Esportes

Lutador ucraniano desiste de cinturão para lutar na guerra

23 Mar 2022 - 17h38 | Atulizado em 23 Mar 2022 - 17h38
Lutador ucraniano desiste de cinturão para lutar na guerra

A luta para o Bellator 281 seria protagonizada pelo ucraniano Yaroslav Amosov e o inglês Michael Page, mas não vai mais ocorrer. Amosov está invicto nas 26 lutas profissionais que realizou e defenderia o título no evento. Porém, ele optou por abrir mão do cinturão e ir lutar na guerra pelo seu país. 

O combate estava marcado para acontecer no dia 13 de maio na Wembley Arena, em Londres. A própria organização divulgou essa informação e ainda anunciou que Amosov será substituído pelo americano Logan Storley. Page e o substituto Storley disputarão o cinturão interino da categoria peso-meio-médio. 

Aos 28 anos de idade, Yaroslav Amosov é o primeiro ucraniano a conquistar o título de campeão mundial com cinturão em eventos de elite do MMA. A vitória aconteceu  em uma luta contra o brasileiro Douglas Lima, em junho do ano passado. O lutador faria a sua primeira defesa de título. Na última semana, o lutador fez uma postagem no Instagram, onde cobrou ajuda da comunidade internacional ao seu país. 


 

(Yaroslav Amosov em seu Instagram/Post Reprodução)


“Vocês não estão nos salvando, não estão nos ajudando. Nós estamos nos protegendo sozinhos. As tropas russas invadiram o nosso território dizendo que vieram nos salvar. Estão acontecendo coisas horríveis aqui. Não entendo como as pessoas podem não acreditar no que está acontecendo conosco. Nosso país vai se defender sozinho, Nossa nação está unida e vai vencer. Somos o melhor país do mundo “ escreveu Amosov em uma postagem no Instagram. 

O Bellator divulgou uma nota oficial se posicionando sobre a situação. 

“Como o resto do mundo, ficamos chocados com os trágicos eventos na Ucrânia e os pensamentos de todos no BELLATOR MMA estão com Yaroslav e todo o povo ucraniano durante esse período. Desejamos a ele e sua família o melhor e esperamos vê-lo retornar com segurança a tempos mais felizes, tanto dentro quanto fora da jaula do BELLATOR” disse o presidente do Bellator, Scott Coker. 

Foto destaque: Lucas Noonan