BBB

Maíra Cardi entra na live de Leo Picon para alertar sobre um post compartilhado no perfil de Jade

09 Fev 2022 - 20h35 | Atulizado em 09 Fev 2022 - 20h35
Maíra Cardi entra na live de Leo Picon para alertar sobre um post compartilhado no perfil de Jade

Maíra Cardi entrou na live de Leo Picon, irmão de Jade Picon na noite desta terça-feira (8) para alertar sobre um post compartilhado pelos administradores no perfil da influencer. O post, escrito pela psicanalista Manuela Xavier, relata que Jade, líder da semana, indicou Arthur ao paredão pois teria percebido "a artimanha: "gaslightining e manipulação psicológica".

Gaslighting é uma forma de violência psicológica nos relacionamentos afetivos. O parceiro manipula a vítima ferindo seu emocional através de manipulações e mentiras para se engrandecer ou se livrar de situações que não o sejam favoráveis.  

Maíra pediu que o post que foi publicado nos stories de Jade, fosse apagado pela equipe, pois ela poderia entrar com um processo por calúnia afinal as consequências do que é publicado pelos administradores das redes sociais de Jade podem recair sobre a própria influencer.


Léo Picon e Maíra Cardi (Foto: Reprodução/ Instagram)


Após entrar na live de Leo Picon para expressar sua intenção de processar a equipe de redes sociais de Jade Picon, confinada do BBB 22, Maíra Cardi voltou ao seu Instagram para comentar que desistiu da ação.

Em uma sequência de vídeos, a ex BBB e coach de emagrecimento agradeceu a postura e o bom humor de Leo Picon e confessou que estava preocupada com a influencer, que não sabe o que está acontecendo com suas redes sociais aqui fora.

"Infelizmente aconteceu um crime muito grave. Os adms da Jade cometeram um crime fazendo um post do Arthur, acusando de coisas bizarras. Eles misturaram o jogo lá dentro com aqui fora. Eu fiquei resolvendo isso, liguei para a Globo, para o pessoal do BBB porque isso é crime duas vezes", começou ela.

Maíra explicou que, como não conseguiu contato com a equipe de Jade, tomou uma medida drástica ao entrar na live de Leo Picon para comentar o assunto.

"Ele foi muito bacana. Eu dei esse recado para ele publicamente. (...) A internet não é terra de ninguém, existem crimes muito graves que não podem ser cometidos. Além de ter cometido o crime, ela [Manuela Xavier, no post sobre Jade Picon] invocou mulheres para agir em favor. Eu fiquei preocupada com ela. Uma coisa é a vida dela não estar boa no jogo, outra coisa é aqui fora, e o Leo foi sensacional. Muito bem humorado, leve, super me ajudou", disse ela, revelando ainda que nesta quarta-feira (9) sairá para jantar com o Youtuber em forma de "paz".

Ao final dos stories, Maíra afirmou que não seguirá com o processo contra a equipe da influencer. "Minha preocupação e atenção foi com a Jade, por isso eu corri. Ela está lá presa, não tem nada com isso e não sabe o que está acontecendo aqui fora. A falta de responsabilidade que está acontecendo com as redes sociais dela. Não é justo ela sair de lá e a vida dela daqui de fora estar bagunçada. Está tudo certo, ninguém vai ser processado. Graças ao irmão dela que foi super rápido, resolveu e retirou [o post]".

Leo Picon também se pronunciou sobre a conversa com Maíra. "Estávamos em live, falei: 'Não vamos falar em BBB' e do nada aparece quem? Maíra Cardi. Coloquei ela, e ela falou do post que a equipe da Jade fez falando de gaslightling, e a equipe pode ser processada. E eu: 'Ca*****, velho, a minha irmã vai ser presa!'. Cem mil pessoas na live, e entrou uma advogada. Não sei de onde entrou uma advogada e ela falou do áudio da advogada que ficou mudo. E eu: 'O que está acontecendo?'. Logo me liguei que era um assunto muito sério, então logo comecei a digitar para a equipe da Jade" explicou ele com bom humor, usando um filtro de anime para contar o caso.
O youtuber ainda frisou que não fez um encontro ao vivo com Maíra como se fosse agendado. "Eu fiz a minha live, ela que apareceu!".

 

Foto destaque: Reprodução/ Instagram