Saúde e Bem Estar

Manjericão ajuda a combater cansaço, insônia e até depressão

21 Mar 2022 - 16h27 | Atulizado em 21 Mar 2022 - 16h27
Manjericão ajuda a combater cansaço, insônia e até depressão

De origem africana e asiática a erva muito utilizada na culinária italiana também auxilia no relaxamento sistema nervoso por conter linalol e geraniol, reduzindo o estresse, depressão e ansiedade. Também age em problemas intestinais, lesões na pele como aftas, ajuda a prevenir pressão alta, infarto, é sedativo, antiespasmódico, diurético e antioxidante. Além disso, pode ser em usado em casos de gripe.

A folha que também é chamada de erva-real, basilicão, e alfavaca possui outras propriedades como ajudar a prevenir o infarto, atuando na diminuição do Lipoproteína de baixa densidade (LDL), o colesterol ruim.


Vaso de manjericão (Foto: tookapic por Pixabay)


Pode ajudar pessoas que desejam reter menos líquido, justamente por ser diurético, aliviar enxaquecas com o seu óleo, tanto aplicado a pele como inalado. Isso porque ele possui o geraniol, mentol e linalol, com poder de anestesiar e relaxar esses sintomas.

Na parte alimentar melhora o funcionamento digestivo, mais precisamente no fígado por possuir o ácido usólico, que é anti-inflamatório e antioxidante. Também auxilia com cólicas, prevenindo-as, pode ser utilizado para as dores de estômado e nos excessos de gases.

Ajuda com lesões na pele, como picadas e feridas, podendo ser aplicado na pele como pasta. O manjericão é antisséptico e antimicrobiano. Por fim, pode tratar gripes, bronquites e resfriados com seus antioxidantes e óleos pois melhora a respiração, relaxando os pulmões e ameniza a irritação nos mesmo e reduz o desconforto da tosse.

Além desses benefícios pode ser feito chá, através de infusão e com consumo recomendado de até 3 vezes por dia. Também há a versão em óleo, para massagear a pele, inalar ou perfumar o ambiente. Já a pasta ou cataplasma de manjericão é feita a partir de grande quantidade das folhas amassadas. O manjericão precisa estar fresco.

É uma planta de fácil cultivo, podendo-se utilizar qualquer recipiente de qualquer tamanho com terra fertilizada e se desenvolve melhor no verão, por isso deixa-la exposta a luz natural é o recomendado. Para mantê-la saudável deve-se cortar as flores que nascem periodicamente de seus ramos.

Foto Destaque: Imagem de Konstantin Kolosov por Pixabay