Notícias

Marqueteiro da campanha de Lula sai do PT

21 Abr 2022 - 20h40 | Atulizado em 21 Abr 2022 - 20h40
Marqueteiro da campanha de Lula sai do PT

Nesta quinta-feira (21), o Partido dos Trabalhadores (PT) legalizou a saída do marqueteiro Augusto Fonseca, ligado ao ex-ministro Franklin Martins. Ele era o responsável pela pré-campanha do ex-presidente Lula. 

A presidente do partido, Gleisi Hoffmann, afirmou que estavam ajustando o setor de comunicação, isso levou os  líderes do partido a darem como certa a saída de Augusto. 

Através de uma nota para imprensa, o PT comunicou que  "por razões administrativas e financeiras, não foi possível consolidar a contratação da produtora MPB (empresa de Augusto) para participar da campanha eleitoral deste ano". No texto ainda afirma que  "não foi possível compatibilizar a proposta orçamentária com o planejamento dos recursos partidários."

Franklin Martins, responsável pela comunicação da pré-campanha do Partido dos Trabalhadores, foi a pessoa que contratou Augusto após ele ser aprovado numa seleção.  

O conflito entre as autoridades petistas e o marqueteiro se iniciou quando foi falado sobre o valor cobrado para administrar a campanha presidencial. O montante era superior a 40 milhões de reais, quantia vista como irreal para as novas campanhas políticas brasileiras. 

Depois que a primeira propaganda partidária começou a ser exibida em rede nacional, o embate aumentou, ela não foi impactante, classificada até mesmo como sem emoção, fato que agravou ainda mais a situação.


Lula com apoiadores. (Foto: Reprodução/Ricardo Stuckert/Instagram


O material dessa campanha já havia gerado um desgaste na relação devido ao alto valor que estava sendo cobrado. Por isso, o PT não aceitou a quantia, e Augusto ficou responsável somente pelas cenas onde aparece o ex-presidente Lula.

No processo seletivo para a escolha do marqueteiro, o segundo lugar tinha sido ocupado por Sidônio Palmeira, esse, em 2018, cuidou da campanha do senador Jaques Wagner e  do governador Rui Costa, ambos pela Bahia. Durante o segundo turno foi o consultor de campanha presidencial de Fernando Haddad.

 

Foto destaque: Lula. (Reprodução/Instagram)