Celebridades

Martinho da Vila fala sobre Jair Bolsonaro e revela que em outubro vai votar em Lula

14 Fev 2022 - 11h20 | Atulizado em 14 Fev 2022 - 11h20
Martinho da Vila fala sobre Jair Bolsonaro e revela que em outubro vai votar em Lula

Em entrevista ao jornal O Globo, Martinho da Vila falou sobre a morte de Elza Soares, Covid-19, carnaval, racismo e sobre o presidente Jair Bolsonaro e seu apoio ao Lula, caso ele se candidate.

Quando perguntado sobre o que acha do presidente Bolsonaro, Martinho disse: “A função do chefe é dar exemplos, eles não vêm de baixo, vêm de cima. Quem toca as coisas é o chefe de família, o chefe da nação” e completou com “Não dá bons exemplos, ele dá maus exemplos”, afirmou o cantor.  após o questionamento sobre o presidente, Martinho da Vila afirmou que em outubro votará em Lula: “Vou votar no Lula, com certeza. Se ele me pedir, eu faço (campanha), porque ele é meu amigo. Para os amigos eu faço tudo. Para os inimigos, nada”, concluiu Martinho da Vila.



Martinho da Vila. (Foto: Reprodução/Instagram)


Outro assunto importante que o cantor falou foi sobre o covid-19 e o carnaval, Martinho acredita que o carnaval deveria ser adiado para o ano que vem ao invés do mês de abril. “Na minha opinião, deveria adiar para o ano que vem. Abril já é daqui a pouco. Está ruim a situação. Esse Vírus me persegue. Ele me atacou uma vez e, além disso, fica não querendo que eu seja homenageado pela Vila Isabel. Ia ser no ano passado, passou para este ano, agora abril, ainda está arriscando a passar para o outro ano. Mas ele vai perder pra mim”, disse o cantor. Lembrando que Martinho foi diagnosticado com covid-19 em janeiro deste ano.

Martinho também falou sobre o racismo: “Ninguém nasce racista. Aprende a ser racista. E, se aprende a ser, pode aprender a amar o próximo. O racismo está forte. E agora, com a internet, as pessoas podem fazer agressões e ficar escondidas. Então, os racistas botaram as asinhas de fora”, contou.



Martinho da Vila. (Foto: Reprodução/Instagram)


O cantor encerrou a entrevista falando sobre a morte de Elza Soares. “Elza foi uma das maiores cantoras do Brasil, senão a maior. Senti muito. Conheci antes de ser famosa. Ela era da Água Santa e eu morava na Boca do Mato. Ela é um símbolo importante, era bem consciente. Teve uma vida confusa que dá um grande filme. Muita gente criticou a Elza por causa da história com o Garrincha, mas ela ajudou muito o Garrincha. Foi uma figura incrível”, afirmou Martinho.

Martinho da Vila está com 84 anos e vai lançar novo álbum “Mistura homogênea” em março. O lançamento conta com participações especiais de Zeca Pagodinho, Xande de Pilares, Teresa Cristina e outros convidados. 

Foto Destaque: Martinho da Vila. Reprodução/Instagram.