Celebridades

Megan Fox conta que comprou livros escrito por crianças trans para seu filho

27 Abr 2022 - 10h05 | Atulizado em 27 Abr 2022 - 10h05
Megan Fox conta que comprou livros escrito por crianças trans para seu filho

Megan Fox, 35 anos, contou que comprou livros escrito por crianças transgênero para seu filho mais velho, Noah que tem 9 anos de idade. Megan já havia contado anteriormente que Noah sofria bullying na escola pelo fato de gostar de usar vestidos.

Todas as informações foram retiradas da entrevista que a atriz deu nesta terça-feira (26) e que acabou repercutindo em diversos veículos, como o Daily Mail e o Extra. A atriz tem três filhos, que são fruto de seu casamento com o ator Brian Austin Green, entre os anos de 2010 e 2021: Noah (9 anos), Bodhi (8 anos) e Journey (5anos). Em janeiro desse ano, Megan ficou noiva do músico Machine Gun Kelly.

O fato de Noah gostar de usar vestidos não é um problema para a atriz que faz de tudo para que seu filho se sinta à vontade e entenda muito mais sobre si mesmo. Na visão de Megan, que tenta abastecê-lo com conteúdos que podem ajudá-lo nessa grande caminhada. “Comprei um monte de livros que abordavam essas coisas e abordavam um espectro completo do que é isso”, começou a atriz.

“Alguns dos livros são escritos por crianças transgênero. Outros são apenas sobre como você pode ser um menino e usar vestido; você pode se expressar através de suas roupas como quiser. E nem tem a ver com sua sexualidade”, continua ela.


Filhos de Megan Fox ( Foto: Reprodução/Instagram) 


Apesar de aceitar o filho usando vestido, Megan ainda se preocupa com o que Noah pode enfrentar no mundo. “Eu tenho um filho que sofre. Então, eu tenho muitas preocupações com isso, porque eu gostaria que a humanidade não fosse assim. Embora meu filho seja muito corajoso e eu sei que escolheu essa jornada por um motivo. É difícil como mãe”.

 A atriz em 2019 contou que com 6 anos, Noah sofria bullying na escola por causa da sua preferência pela peça de roupa. “Ele desenha, desenha roupas. Ele é muito talentoso, mas ainda tem seis anos. Ele realmente gosta de moda. Ele é quem, as vezes, se veste sozinho e ás vezes gosta de usar vestidos. E eu o mando para a escola realmente liberal, tip hippie. Mas mesmo ali, na Califórnia, ainda tem meninos dizendo: ‘Meninos não usam vestidos’ ou ‘Meninos não usam rosa’”, contou ela.

No ano passado, Megan volto a tocar no assunto ao relatar que Noah estava sofrendo bullying virtual. “São pessoas más, horríveis e cruéis. Não quero que ele leia essas merdas porque ele já ouve das crianças da escola, elas ficam dizendo ‘meninos não usam vestidos’”, completou a atriz.

 

Foto destaque: Reprodução/Instagram