Tech

Meta concede acesso a novo modelo de linguagem inteligente artificial

04 Mai 2022 - 19h55 | Atulizado em 04 Mai 2022 - 19h55
Meta concede acesso a novo modelo de linguagem inteligente artificial

A Meta, nova proprietária da empresa e rede social Facebook, abriu o acesso a um novo modelo de linguagem amplo para pesquisa de inteligência artificial, disse a empresa de mídia social nesta terça (3).

A empresa comentou que seu modelo foi o primeiro com 175 bilhões de parâmetros a ser liberado para a comunidade de pesquisa de inteligência artificial mais ampla.

Os "modelos de linguagem amola" são sistemas de processamento de linguagem natural que são treinados em volumes grandes de texto e são capazes de responder a questões de compressão de leitura ou gerar um novo texto.

A Meta disse que o lançamento do seu modelo "Open Pretrained Transformer(OPT-175B)" ajuda as habilidades dos pesquisadores para compreender como os grandes modelos de linguagem funcionam.

A empresa afirmou que as restrições de acesso a esses modelos estão impedindo o progresso para melhorar sua robustez e mitigar os problemas conhecidos, como a toxicidade.


A Meta está investindo no Metaverso, uma forma de realidade virtual.(Reprodução/ROI Mine)


A tecnologia de inteligência artificial, que é a uma das principais chaves de pesquisa e desenvolvimento para várias plataformas online, pode dar continuidade a preconceitos sociais dos humanos em torno de questões raciais e de gênero. Alguns pesquisadores se preocupam com os danos que podem ser disseminados por meio de modelos de linguagem ampla.

A Meta disse que espera aumentar a diversidade de vozes definindo as considerações éticas de tais tecnologias.

A gigante da tecnologia comentou também que para evitar o uso indevido e "manter a integridade", está lançando o modelo sob uma licença não comercial para se ficar em Cacoal de uso de pesquisa.

A empresa comentou que o acesso ao modelo será dado a pesquisadores acadêmicos e pessoas filiadas a governos, organizações acadêmicas, sociedade civil, como também a laboratórios de pesquisa. A versão terá incluso os modelos pré-treinados e o código para treiná-los e usá-los.

 

Foto em destaque: Quem acessa o Facebook, Instagram e Whatsapp hoje, se depara com a logo da Meta(Reprodução/InfoMoney)

Mais Lidas