Saúde e Bem Estar

Ministério da Saúde realiza projeto para incentivar a prática de atividade física

16 Mai 2022 - 14h20 | Atulizado em 16 Mai 2022 - 14h20
Ministério da Saúde realiza projeto para incentivar a prática de atividade física

Neste domingo (15), aconteceu o primeiro evento para incentivar a atividade física promovido pelo Ministério da Saúde, nomeado de Programa Incentivo de Atividade Física para a Atenção Primária (IAF). 

O local escolhido foi na orla do Rio de Janeiro, com uma caminhada do Leme a Copacabana. Foram feitas orientações à população sobre alimentação saudável, combate ao tabagismo e prática de exercícios.


(Foto: Reprodução/Instagram)


Esse projeto foi desenvolvido por conta dos últimos dados de internações disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) onde diz que no Brasil, 15% do total de internações pelo SUS é atribuído à falta de exercícios físicos.

O ministro Marcelo Queiroga explicou a importância que o investimento em atividade física possui, além do retorno garantido na prevenção ao desenvolvimento de uma série de doenças crônicas.

“A atividade física é uma forma de promover a saúde, de reduzir mortalidade por doenças cardiovasculares, o câncer, e promover uma diminuição de fraturas. Também fortalece a musculatura e o sistema ósseo articular fica menos vulnerável. É bastante custo efetivo. Não é nenhum tratamento caro, de um medicamento dito inovador, produzido pela indústria, que vai custar milhões de reais. É uma ação simples, com os profissionais de educação física orientando a prática correta de atividade física, que vamos mudar indicadores de saúde de maneira muito custo efetivo.” declara Ministro. 

Segundo declarações do Ministério da saúde, até o fim do ano serão investidos 170 milhões de reais no programa. Neste primeiro momento, 7,5 mil unidades básicas de saúde de 5 mil municípios terão acesso. Todos os recursos serão usados para a contratação de profissionais de educação física, readequação de espaços para a prática de exercícios e compra de materiais.

Além disso, municípios que queiram compor o programa poderão se credenciar a partir desta segunda-feira (16) nas unidades de Atenção Primária à Saúde, pelo portal e-Gestor.

 

Foto Destaque: Reprodução/Instagram 

Mais Lidas