Celebridades

Modelo Cintia Dicker é acusada de abandono animal por deputado e diz que irá processá-lo

15 Fev 2022 - 11h14 | Atulizado em 15 Fev 2022 - 11h14
Modelo Cintia Dicker é acusada de abandono animal por deputado e diz que irá processá-lo

A modelo Cintia Dicker, esposa do surfista Pedro Scooby, que atualmente está participando do reality BBB22, usou suas redes sociais, nesta segunda-feira (14), para contar à seus seguidores que o deputado estadual Rodrigo Maroni (PSC), do Rio Grande do Sul, estaria dando notícias falsas a respeito da modelo. Foi através de um post na web com imagens da modelo, que o pré candidato a governador do RS, e também protetor de animais e psicanalista, afirmou que a modelo teria abandonado um buldogue Johnny, que segundo ele, acabou desenvolvendo “estresse agudo e sarna pela tristeza”.

Rodrigo Maroni dos Animais, não esqueça que a verdade sempre vem, tá? Uso indevido de imagens, crime de calúnia e difamação, danos morais. As medidas judiciais cabíveis estão sendo tomadas”, avisou Cintia Dicker em suas redes sociais.


Cintia Dicker (Reprodução/Instagram)


De tarde, a modelo voltou a se pronunciar sobre o caso em seus Stories. “Cheguei em São Paulo, estava na entrada vindo para cá, louca para chegar aqui e falar com vocês, porque, normalmente, deixo que pensem, que falem, deixo isso pra lá, está tudo bem. Mas acho que época de eleição, né? Está passando dos limites para conseguir votos ou alguma coisa, não sei. Nunca ouvi falar dessa pessoa. Mas vamos lá. Está falando do Johnny, um cachorrinho que peguei em 2013, quando soube que poderia ficar um ano aqui no Brasil para fazer uma novela. Ele disse que eu apaguei posts do Johnny. Está tudo no meu instagram, se você descer lá em 2013. E agora ele está falando dele porque é época de eleição, né? Acho que deve ser bom para ele, veremos”, declarou a modelo em seu instagram.

Cintia conta como foi sua relação com o seu cachorro. “Bom, peguei o em Johnny 2013 e, em 2015, minha vida voltaria ao normal, que foi quando acabou a novela, que era viajando para cima e para baixo e não teria como leva-lo. Minha mãe ficou com ele até 2017, quatro anos. Em 2017, teve um problema financeiro na minha família, eles tiveram que sair da nossa casa grande, onde Johnny tinha espaço, tinha um canil gigante, para ir para um apartamento pequeno. E ela comentou sobre isso na manicure, que é nossa manicure lá em Campo Bom.  E essa pessoa falou para ela: ‘Conheço a Bruna, ela cuida de outros cachorros, ela tem espaço, ela ama, tem até outros buldogues, pode ser que seja um lar melhor para o Johnny’”, contou ela.

A modelo então contou como se deu a adoção de Johnny para a protetora de animais: “Pensando no bem do Johnny, minha mãe conversou comigo, e, óbvio que eu não teria problema de falar: ‘não, ele vai ficar preso em um apartamento com vocês, sendo que estou viajando o mundo’. Minha mãe conheceu a Bruna, conversou com ela e o Johnny foi para esse lar onde seria muito bem cuidado. Isso foi em 2017. Agora, na época de eleição, vem à tona várias mentiras que até fui obrigada a gravar a tela do celular desse Rodrigo porque ele fala umas coisas e apaga, ele ainda não decidiu o que está fazendo. Então vamos aos fatos. Ele fala também que eu bloqueei ela [Bruna] e quem me bloqueou foi ela depois disso tudo ter saído. Que ele me mandou uma mensagem falando: ‘você abandonou mesmo e eu não dei muita moral’. Vou postar aí. Nem queria estar aqui me explicando, na verdade, para ele, mas acho que meu seguidores, que estão aqui me fazendo um monte de perguntas e não acreditando nisso, mereciam uma resposta.”, finalizou ela.

 

Foto destaque: Reprodução/Instagram