Saúde e Bem Estar

Mudanças no funcionamento do instestino podem significar câncer

06 Jul 2022 - 11h45 | Atulizado em 06 Jul 2022 - 11h45
Mudanças no funcionamento do instestino podem significar câncer

Atingindo cerca de 41 mil brasileiros a cada ano, o câncer de intestino é um dos tipos de câncer mais comum no Brasil. Mas apesar disso, a doença não é muito diagnosticada no seu estágio inicial, causando uma taxa maior de letalidade dos casos. 

A descoberta de um câncer é muito assustadora e preocupante para muitos pacientes, mas é de extrema importância um diagnóstico precoce. Um diagnostico inicial aumenta as chances de cura e melhora a qualidade de vida do paciente, uma vez que possibilita um tratamento menos invasivo. Além de poder ser realizado em uma quantidade menor de tempo. O tratamento em um câncer de estágio inicial é mais efetivo e evita que, o câncer espalhe e/ou cresça. 

O tumor no intestino, geralmente, causa mudanças no funcionamento do intestino. Alterações como sangue nas fezes ou na frequência de evacuação devem ser investigadas. Um dos motivos que impossibilitam o diagnóstico é a vergonha do paciente em procurar um médico para comunicar sobre os problemas no sistema excretor.  


Médico medindo pressão de paciente. (Foto: Reprodução/divulgação)


Além disso, o diagnóstico errado também é um dos fatores que prejudicam o diagnóstico inicial, uma vez que os sintomas são atribuídos a doenças como hemorroida e verminoses.  

Dentre os sintomas mais comuns, estão: sangue nas fezes, mudanças nos hábitos intestinais, dores abdominais, fraqueza excessiva, perda de peso repentina. Por isso, ao sentir algum desses sintomas é recomendado buscar algum especialista. 

O diagnóstico deve ser feito apenas por profissionais. É conduzido a partir de uma biópsia, um exame em que um pequeno pedaço de tecido é retirado da lesão suspeita. Ao ser diagnosticado, o tratamento pode ser feito com a retirada de parte do intestino afetado, além de tratamento como radioterapia e quimioterapia. 

Quanto mais cedo, mais chance de cura e de um tratamento efeito o paciente terá. Por isso, ao sentir algum desconforto e sintoma incomum do funcionamento intestinal, busque um especialista. 

Foto Destaque: Pessoa com dores no intestino. Reprodução/Divulgação