Celebridades

Murilo Huff abre mão de tutela de bens de filho com Marília Mendonça

26 Jan 2022 - 21h02 | Atulizado em 26 Jan 2022 - 21h02
Murilo Huff abre mão de tutela de bens de filho com Marília Mendonça

O cantor e compositor Murilo Huff abriu mão do direito à tutela de bens do filho Léo, de 2 anos. A criança é fruto de um relacionamento com a cantora Marília Mendonça, que faleceu em novembro do ano passado, vítima de um acidente aéreo. Segundo Robson Cunha, advogado da família, o pai de Léo já tinha tomado a decisão desde a morte da ex-companheira, de forma harmoniosa e comum acordo com a família. 

"O Murilo não participa participa do patrimônio da Marília. O único titular acerca do patrimônio da Marília e do Léo. Não tem outro herdeiro. Relacionado a gestão de tudo que é ligado a imagem e a carreira da Marília é a dona Ruth. A dona Ruth é a única tutora de Léo e continua como tutora dos bens também. Todas essas decisões foram tratadas de forma harmoniosa entre a dona Ruth e o Murilo, não só em respeito a Marília e ao Léo e em consideração ao carinho que eles já tinham um pelo outro. O murilo inclusive, concordou em compartilhar a guarda do Léo. Ele nunca se ôpos ao papel de tutora da dona Ruth", declarou o advogado à Revista Quem, após a informação ter sido dada de forma exclusiva pelo colunista Léo Dias.


Murilo na festa de aniversário de 2 anos do filho, ao lado da vó do menino, Ruth, e do tio, João (Foto:Reprodução/RevistaQuem)


Robson afirmou também que "foi dada entrada no processo do inventário de Marília Mendonça, mas está totalmente errada a informação de que ela havia deixado R$ 500 milhões de herança. Não chega nem perto disso". O advogado ainda ressaltou que a família da cantora não tem ganhos expressivos em cima dos lucros dos novos feats que a cantora gravou e serão lançados.

"Todos os lançamentos com novos artistas divulgados após a morte de Marília Mendonça, a família não tem participação diretamente no faturamento. Os lucros esão repassados primeiramente para a gravadora Som Livre e a outra parte para empresa que representava a cantora", justificou.

 

Foto Destaque: Reprodução/Metropoles