Esportes

Napoli pode ser processado por família de Maradona por homenagem

09 Nov 2021 - 20h23 | Atulizado em 09 Nov 2021 - 20h23
Napoli pode ser processado por família de Maradona por homenagem

Em homenagem ao aniversário de um ano da morte de Maradona, o Napoli decidiu usar nas suas três partidas deste mês um uniforme especial com uma imagem enorme da impressão digital do craque junto ao rosto dele estampado. No entanto, o filho do maior ídolo do clube, Diego Júnior, declarou que a autorização para a ação foi concedida pelo ex-agente do craque, Stefano Ceci, e não pelos herdeiros.

“A camisa de homenagem ao meu pai é um motivo de orgulho, mas lamento a falta de consideração do Napoli. Nós, herdeiros legítimos, nunca estivemos envolvidos nisto e não demos o aval para esta operação”, declarou Diego Júnior.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Flamengo-tropeca-novamente-e-se-distancia-ainda-mais-do-titulo-brasileiro

https://inmagazine.ig.com.br/post/Douglas-Souza-se-junta-ao-time-de-criadores-do-Facebook-Gaming

https://inmagazine.ig.com.br/post/Selecao-Brasileira-faz-seu-primeiro-treino-antes-de-enfrentar-a-Colombia-pelas-Eliminatorias

O herdeiro do craque argentino afirmou que tomará medidas legais devido ao não envolvimento dos familiares diretos e a consideração de um contrato inválido.  

Quem deu autorização foi o Stefano Ceci, que era agente do meu pai. Mas isto é uma situação diferente e devia envolver diretamente os familiares. Foi considerado válido um contrato que já não existe e, portanto, vamos tomar medidas legais. É estranho que um clube sério como o Napoli tenha dado crédito a essa pessoa.”, disse Diego.

Na partida que marcou a estreia do uniforme, realizada no estádio Diego Armando Maradona, casa da equipe, o Napoli empatou por 1 a 1 com o Hellas Verona. Mesmo com a derrota, o time não perdeu a liderança do Campeonato Italiano porque o Milan empatou o clássico com a Inter.

 


Insigne em ação na partidad de estreia da camisa em homenagem a Maradona. (Foto: Jennifer Lorenzini/Reuters)


Recentemente, a empresa Amazon também teve problemas por obra em homenagem ao jogador. A Lazio criticou os criadores da série "Maradona: Sonho Abençoado", da empresa, e solicitou que a cena em que os clubes romanos são rotulados de fascistas seja cortada. Na cena, o personagem Diego Maradona diz "esses fascistas querem nos humilhar", referindo-se ao clube.

 

Foto destaque: Mertens em ação na partida de estreia da camisa. Jennifer Lorenzini/Reuters