Money

Natura fatura R$ 1 bilhão de lucro em 2021

19 Mar 2022 - 11h00 | Atulizado em 19 Mar 2022 - 11h00
Natura fatura R$ 1 bilhão de lucro em 2021

A Natura & Co, que é proprietária das marcas Natura, Body Shop, Avon e Aesop, conseguiu reverter o prejuízo de R$ 663,7 milhões registrados em 2020 e fechou o ano de 2021 com lucro de R$ 1,04 bilhão. O informe aconteceu no dia 9 de março onde só no quarto trimestre foi registrado um lucro líquido de R$ 695 milhões, um avanço de 295% em comparação com o mesmo período em 2020.

De acordo com a empresa, os avanços na transformação da marca Avon foram essenciais para permitir a companhia alcançar os resultados antes do previsto, mesmo com queda de 3 % de receita. Somada em R$ 11,6 bilhões foi receita líquida da empresa.

As vendas digitais, que incluem vendas online que incluem e-comerce e social selling, e vendas por relações de aplicativos, que foram impulsionadas pelas marcas Natura e Avon, representam 51,5% da receita total.

Por marca, a Natura cresceu sua receita na América Latina, foram 3,5% em reais no quarto trimestre e 10,5% no ano inteiro, graças aos mercados hispânicos. Já no Brasil, a receita caiu 6,4% no último trimestre, mas aumentou 22, 4% na América Hispânica.

A Avon, em seu quarto trimestre caiu 12,3% em reais, devido ao impacto do menor número de representantes, mas mesmo assim cresceu 6,6% no ano e com solidez no crescimento do mercado hispânico. A receita líquida da Avon Internacional caiu 5,6% no quarto trimestre, mas também subiu 2,5% no ano.

A receita líquida da Body Shop caiu 8,8% no quarto trimestre, mas cresceu 9,2% no ano. Já a a Aesop, a única a registrar um quarto trimestre bom, cresceu 22,8% de receita líquida durante o trimestre e 33,4% no ano.

O impacto da Guerra na Ucrânia


Presidente da Rússia Vladmir Putin (Foto: Reprodução/Veja)

O conflito de guerra entre Rússia e Ucrânia também impacta a Avon & Co. A empresa, assim como diversas outras grandes do mundo, decidiu mostrar a desaprovação com os conflitos gerados pelo governo russo.

Estamos suspendendo as exportações das marcas The Body Shop, Aesop e também da Avon a partir da Rússia. Mas vamos manter a produção local para atender às revendedoras daquele país”, disse a companhia em declaração.

Os mercados russos e ucranianos são importantes para marca mesmo que representem apenas 5% da receita total do grupo, mas mesmo assim, a decisão da suspensão das atividades afetará as receitas da empresa em 2022.

Foto Destaque: Reprodução/TecMundo

Mais Lidas