Mundo Animal

Nova espécie de jararaca é descoberta na Paraíba

26 Jan 2022 - 22h15 | Atulizado em 26 Jan 2022 - 22h15
Nova espécie de jararaca é descoberta na Paraíba

Uma novidade para os amantes da fauna brasileira chegou: nova espécie de jararaca foi descoberta por cientistas, a  Bothrops jabrensis. Ela só ocorre no Pico do Jabre, na Paraíba, ou seja, é considerada do tipo endêmico. Os profissionais acreditam se tratar de uma descoberta fascinante, marcando uma história que começou “há cerca de oito milhões de anos”.

A informação vem do G1, seguindo a matéria produzida pela EPTV, parceira da Rede Globo. Nela, os repórteres entrevistaram um dos autores da pesquisa, Fausto Eritto Barbo, que explicou a possível procedência do animal:

“No decorrer da história, houve uma série de expansões e retrações florestais, provocadas por fenômenos climáticos, como as glaciações, por exemplo. Em meio à essas mudanças, as áreas abertas e secas se expandiam, e isolavam as porções mais altas de florestas, que devido à altitude e clima, permaneciam praticamente inalteradas até os dias de hoje”


Diário do Nordeste: A nova espécie é distinguível principalmente pelo número de escamas e pela coloração que apresenta. (Foto: Reprodução/Shutterstock via Diário do Nordeste)


O isolamento é observado como maior evidência dessa tese. É presumível que, através desse fenômeno, as espécies se mantiveram distantes umas das outras ao ponto de dar origem a diferentes variações. Barbo ainda complementa:

“Nesse caso, para a nossa surpresa, fizemos análises moleculares que indicavam que se tratava não apenas de uma espécie nova, mas também de uma linhagem evolutiva ainda desconhecida dentro do gênero Bothrops. Estima-se que a origem dessa espécie, tenha ocorrido no Período Mioceno, cerca de oito milhões de anos atrás”

Segundo o especialista, essa espécie havia chegado a seu conhecimento em 2016, através de outro pesquisador, Marco Freitas. Os estudiosos pensaram se tratar de uma população da já conhecida Bothrops jararaca, apenas, pelas características muito aproximadas das duas espécies, mas o trabalho do grupo revelou outro resultado.

Infelizmente, ainda segundo o entrevistado, as espécies endêmicas correm maior risco que o comum porque “apresentam populações naturalmente reduzidas, estão isoladas geneticamente e geralmente ocorrem em áreas com intensas atividades e perturbações antrópicas".

Atualmente, o Brasil conta com cerca de trinta espécies de jararacas espalhadas por todos os biomas.

 

Foto Destaque: Jararaca. Reprodução/Marco Freitas