Notícias

Novo golpe circula no Whatsapp

12 Nov 2021 - 07h00 | Atulizado em 12 Nov 2021 - 07h00
Novo golpe circula no Whatsapp

A Black Friday está se aproximando, e com ela os malefícios daqueles que procuram se aproveitar dos internautas que buscam produtos em promoção. Promessas de recompensas generosas pela participação de uma “Roda da Recompensa”, por exemplo, tem como propósito a ampliação de uma cadeia de contatos(vítimas) para obter informações pessoais e convocando cada vez mais usuários para essa teia nociva.

 

O envio massivo de mensagem com preços bem abaixo do mercado, captam a atenção dos usuários dentro do WhatsApp, estes que recebem links, os direcionamentos começam a partir deste momento, os usuários vão se aprofundando cada vez mais nesse golpe, favorecendo o maior objetivo da quadrilha, reter essas informações particulares, para benefício de terceiros.

 

Nesse novo jogo, ocorre uma promessa de compensação aos usuários que participarem, os jogadores são subjugados por esses malfeitores por usarem imagens de companhias conhecida, tornando ainda mais “palpável” a premiação para os que estão dispostos a se aventurar, tudo isso funciona como uma corrente, no final, os usuários devem compartilhar, dessa forma, aumentando o engajamento do jogo e coletando informações de seus lesados, simplificando, um efeito manada.


 

Foto: Livre circulação de informações dentro da rede. Reprodução/Olhar Digital.


O WhatsApp já é uma rede social protagonista de diversas polêmicas, as suas mensagens de fácil envio e disseminação de informações, movimentaram assuntos pertinentes, inclusive, dentro da política, favorecendo políticos e denegrindo a imagem de outros, essa “liberdade” dentro da rede, favorece o campo para diferentes golpes, sendo uma enorme fonte de compartilhamento.

 

Parte da população ainda não possuem acesso a essas informações, e por de um site notável, acabam por servir como meio facilitador para a coleta, o mercado livre não está distribuindo prêmios a partir desses jogos online, o usuário deve buscar a origem e os links informados, estas, são uma das medidas de segurança a serem tomadas.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Litro-da-gasolina-bate-o-preco-de-R799-e-botijao-de-gas-chega-a-R140-segundo-ANP

https://inmagazine.ig.com.br/post/Asteroide-de-quase-2-metros-passou-despercebido-pela-Terra

https://inmagazine.ig.com.br/post/O-leilao-do-5G-e-a-corrida-das-operadoras

Os usufruidores dessa rede social, devem ficam atentos a esse suposto endereço que promete facilidades com valores abaixo do mercado, procure sites seguros e com avaliação, cheque para que não seja um site duplicado e que as medidas de segurança estejam ativas, fique vigilante com a conexão de hyperlink entre esses anúncios.

Foto destaque: Representação WhatsApp. Reprodução/BBC