Notícias

Ônibus em Niterói demora 40 minutos e motorista justifica: "é Copa, só sai no intervalo"

23 Nov 2022 - 14h41 | Atulizado em 23 Nov 2022 - 14h41
Ônibus em Niterói demora 40 minutos e motorista justifica:

A Copa do Mundo, evento esportivo que acontece de 4 em 4 anos, estreou na segunda (21) e vai até o dia 18, data da final da competição. O "cilma" de copa toma conta até daqueles que não acompanham ou entendem de futebol, antes mesmo da estréia da seleção brasileira no Qatar. Um motorista do Rio de Janeiro avisou aos passageiros fluminenses que não reclamassem da demora de circulação dos transportes públicos nas ruas, pois mesmo que o Brasil ainda não tenha estreiado na competição, "hoje é dia de copa, bebê".

 Nesta quarta-feira (23), cariocas aguardaram por mais de 40 minutos em um ponto de ônibus na avenida João Brasil localizada em Niterói, o único transporte da linha Brasília que passa na rua. Quando o motorista chegou no ponto sorridente (bem diferente das pessoas que o aguardavam), uma moça o questionou sobre a demora, que resultou numa hiperlotação do transporte; a resposta do motorista foi: " É Copa, minha senhora. Só saio no intervalo do jogo", disse ele, desagrando a muitos. 


(Foto: Jorono/1055 images)


Nessa quarta as disputas eram apenas entre as seleções do grupo F, - Marrocos e Croácia - sendo um jogo de menor importância já que nenhuma da das duas equipes tem chances claras de título, e a partida terminou empatada no 0x0. De acordo com o relato do motorista, passageiros e trabalhadores que dependem de transporte público para realizar as suas atividades podem enfrentar transtornos e atrasos no período de copa, ainda que não seja o dia da seleção brasileira entrar em campo. Por estar no grupo G, o Brasil só joga as 16h de quinta-feira, contra a Sérvia, dia 28 contra a Suíça e no dia 02 de dezembro, quando pega a seleção de Camarões. Geralmente os estudantes e funcionários são dispensados das suas obrigações até duas horas antes do início de cada partida da cbf.

Foto Destaque: Ponto de ônibus em Niterói (Reprodução: Arquivo/Enfoco).