Tech

Oppo: empresa chinesa de tecnologia lança novo chip e óculos de realidade assistida

15 Dez 2021 - 16h00 | Atulizado em 15 Dez 2021 - 16h00
Oppo: empresa chinesa de tecnologia lança novo chip e óculos de realidade assistida

A empresa chinesa de tecnologia, a Oppo, lançou na terça-feira de ontem (14) em seu site um novo chip para aprimoramento de imagens feitas por smartphones e um dispositivo vestível chamado Air Glass, capaz de gerar nas lentes de qualquer óculos uma Realidade Assistida (aR).

O Air Glass é parecido com um monóculo, mas com design futurista: o aparelho pode ser acoplado nas lentes de óculos comuns, exibindo conteúdos na tela para auxiliar o dia a dia do usuário. Alguns dos sistemas oferecidos pela tecnologia são a previsão do tempo, calendário, rotas de navegação, entre outros dados provenientes do pareamento via Bluetooth feito com celulares ou relógios.



A firma também produziu um novo chip, o chamado MariSilicon X, configurado para aprimorar imagens e vídeos feitos por smartphones. O circuito é uma unidade de processamento neural (NPU) e deve ser produzido por meio da tecnologia de processo de 6 nanômetros da TSMC. O artigo será instalado na produção seguinte de smartphones Find X da fabricante, a qual se encontra prevista para lançamento no início de 2022.


Demonstração da usabilidade do óculos. (Foto: Reprodução/Oppo).


Atualmente, a Oppo é uma das mais importantes empresas de telefones celulares da China, ocupando o equivalente a 21% do mercado doméstico no terceiro trimestre, segundo a firma de análise de pesquisas Canalys. A fabricante é gerenciada pela BBK Eletronics, atual proprietária da Vivo.

Ambas as companhias competem por clientes, embora mantenham uma cadeia de suprimentos sobreposta e invistam pesado no setor de design e produção de chips. Além do MariSilicon X, a Oppo ainda desenvolveu um chip de administração de energia instalado em alguns de seus carregadores de celular.

Em setembro, a Vivo veiculou na mídia o desenvolvimento de um chip processador de sinal de imagem (ISP) que pretende instalar em seus telefones.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Intel-pretende-vender-acoes-dos-veiculos-autonomos-da-subsidiaria-Mobileye-pela-primeira-vez

https://inmagazine.ig.com.br/post/NFT-de-iate-e-vendido-pelo-equivalente-a-R-36-milhoes-em-Ether-para-ser-usado-no-metaverso

https://inmagazine.ig.com.br/post/PicPay-e-incorporada-a-Endeavor-para-desenvolver-novas-tecnologias


Sanções nos Estados Unidos contra a Huawei impossibilitaram a Oppo de terceirizar os componentes mais importantes de seus produtos. A decisão judicial paralisou a divisão de smartphones, assim como a unidade interna de chips HiSilicon.

 

Foto de destaque: Reprodução/Oppo