Cinema/TV

Os 10 momentos em que “Round 6” mostrou quem era o 001 e você não percebeu!

07 Out 2021 - 19h44 | Atulizado em 07 Out 2021 - 19h44
Os 10 momentos em que “Round 6” mostrou quem era o 001 e você não percebeu!

Com a chegada da série “Round 6” na netflix, muitos fãs dos shows desenvolvidos pelo streaming não passam um minuto sem elogiar ou teorizar sobre todos os assuntos misteriosos e assustadores que apareceram durante a trama da série ou, até mesmo, discutir sobre a possibilidade de uma próxima temporada.

 

Mesmo que o desenvolvedor de “Round 6”,  Dong-hyuk Hwang j, tenha informado de uma vez para seu público que não tinha interesse em continuar com a história, não impede que muitos tenho pensamento de que no futuro poderá existir uma segunda temporada, principalmente depois desse grande sucesso. Dentro dessa teoria, as pessoas informam que esperam conhecer mais o personagem 001, Oh II-nam (Oh Yeong-su), que na série, mostra no final que ele é o criador do jogo mortal, Squid Game.

 

Com esse desejo, a In Magazine veio trazer uma lista dos dez momentos, em que demonstra brechas narrativas que contam a verdadeira identidade do personagem 001 que passaram despercebido na visão do público.

 


(Foto de Destaque: Round 6/ Reprodução: Netflix/Divulgação)


 

O Número 001

 

Na primeira aparição, o personagem tinha demonstrado uma outra percepção para o público, em que o 001 não mostrou algum motivo de questioná-lo, nem mesmo por ser o único de idade avançada. Mas, se muitos prestarem atenção a mais nele, pode perceber que o jogo tem desafios que foram feitos para explorar fisicamente os competidores, dando algum sentido por desejarem um idoso, como o Oh II-nam, que teria um físico totalmente mais frágil que muitos participantes do jogo.

 

Bruxa Sabrina irá aparecer em Riverdale: Saiba tudo sobre o crossover.

 

A estreia do filme da Marvel: Eternos será no Festival de Roma.

 

Round 6: Usuários apontam erros na legenda.

 

O primeiro desafio

 

Na cena da “batatinha 1, 2, 3”, que foi o primeiro desafio para os competidores, dava para ver que o número 001, diferente dos outros competidores que ficaram apavorados depois de terem presenciado os disparos de tiros que mataram diversos participantes, era o único que não demonstra preocupação. Ao contrário disso, ele apresenta está alegre por está jogando ali. É claro que a sua personalidade pode ter mostrado que ele está se divertindo por não ter mais nada o que perder na vida, porém, quando a boneca avistou ele, ela o ignora, tendo sua atenção focada no resto.

 

O voto de Minerva

 

Após o primeiro desafio, os jogadores perceberam que estavam em uma competição entre a vida e a morte, deixando muitos mais desesperados. Segundo as regras, se a maioria desejar, eles poderão ir embora do jogo. No entanto, o último voto é o que definirá o destino de todos, e por coincidência era sempre a do velho, que dava a oportunidade de não arriscar sua identidade, demonstrando mais um desejo do personagem e não uma ordem do Anfitrião.

 

O Retorno

 

Após todos terem votado para ir embora, o Anfitrião concedeu seus desejos, mas, com ajuda do 001, todos mudaram de ideia, por verem como a vida no mundo “real” era tão pior quanto a que tinha dentro da competição. Principalmente o protagonista, que teve sua escolha mudado graças ao velho. Isso mostra que o número 001 foi uma ferramenta para manter a competição.

Além desse fato, ao voltarem todos foram desacordados por um gás dentro das vans. Bom, todos, menos o velhote.

 

Gato Mia

 

Ao voltarem, os participantes percebem  que nesse jogo vale tudo, até mesmo se matarem uns aos outros, sem levar nenhuma punição. De acordo com o Anfitrião, a liberação do “vale tudo”, em uma certa madrugada, demonstrará quem são os mais fortes nesse jogo. Mas no caso para o 001 é diferente, pois, os soldados e o sistema haverá um jeito de protegê-lo, mesmo tendo sua visão diminuída na escuridão. Como por exemplo, quando ele demonstrou um sinal de insegurança, os soldados interrompem o massacre na hora.

 

As Dicas

 

Outra brecha que demonstra quem é o 001 são as dicas que ele dá sobre os desafios, mostrando para o público como se foram feitas a partir da sua experiência na vida, e que elas são para ajudá-los a escaparem da morte. Porém, realmente quem ficava próximo do número 001 era quem estava salvo, pelo menos no momento. Por motivos de que ele não pode morrer em nenhum dos desafios.

 

Ímpar

 

Com a chegada do desafio número 4, pode ser visto um ponto crucial do número 001. Por motivos dos próximos jogos, que irão puxar muito dos jogadores, pode se ver que o velho usar a oportunidade, que o 4 desafio será utilizado os números pares, para forja sua morte, já que demonstrava que ele seria o que sobraria ali, mostrando para muitos que ele será a próxima vítima. No entanto, isso não acontece graças ao protagonista que o escolhe, obrigando a mudar de estratégia, e deixa sobrando a Han Mi-nyeo (Kim Joo-ryoung), mas diferente do plano da morte, os soldados deixaram ela viva.

 

A Vila

 

Por seu plano não ter sido concluído no round 4, os personagem demonstra ter suas emoções mexidas, por motivos de não ter como mais forjar a sua morte nos próximos desafios. Pode o ver nesse estado, quando ele vai no próximo desafio, é mostrado como ele ficou emocionado ao ver uma vila, que de acordo com ele, é idêntica onde ele viveu. Demonstra uma cena poética para o público, por motivos que aquela era sua última cena. Mas para isso acontecer, era preciso atrasar a vitória do protagonista, para que no final ele entregasse sua última bolinha para ele no último momento.

 

Sem corpo, sem morte

 

Como muitos dramaturgos sabem, quando não há corpo, não há morte. Isso dá para ver que ao 001 ter saído na competição, não é mostrado ninguém o assassinando, só um sentimento de que ele se foi para aqueles que tinham visto sendo levados pelos soldados. Esse fato demonstra como o plano de mote do número 001 funcionou, mesmo ter sido improvisado no round 4.

 

001 nunca existiu

 

Por fim, o último momento que explicar mais quem era o 001 acontece no episódio 5, onde o policial Hwang Jun-ho (Wi Ha-joon) encontra os registros dos participantes da competição, mas ao olhar o que contia, ele descobre que a lista não começa pelo 001, e sim pelo 002, apresentando para o público que nunca existiu o jogador desse exato número.

 

Foto de Destaque: Round 6/ Reprodução: Netflix/Divulgação