Moda

Pantys em parceria com a NFTs, entram no mundo metaverso

18 Fev 2022 - 19h39 | Atulizado em 18 Fev 2022 - 19h39
Pantys em parceria com a NFTs, entram no mundo metaverso

A Pantys é uma marca brasileira de referência em cuidados íntimos, e decide expandir o mercado ao ser a primeira empresa de lingerie a aliar-se ao metaverso. A sócia-fundadora da marca, Emily Ewell, traz detalhes sobre essa imersão no mundo tecnológico: "Desde o primeiro dia, a Pantys trouxe um olhar artístico para o universo feminino, investindo em campanhas e conteúdos digitais como forma de gerar cada vez mais valor e empoderamento. A possibilidade de criar experiências únicas para os nossos consumidores (não necessariamente compra), como: sorteios, competições, coleções limitadas com objetivo social a partir das NFTs, será muito importante para a marca, além de trazer alto valor para o mercado"

A marca de lingerie entra no metaverso através do maior marketplace de NFTs, com o objetivo de trazer conteúdos sobre o universo feminino, além de quebrar estigmas feitos sobre mulheres. Um grande desafio romper as barreiras do mundo digital, mas com as artimanhas no NFTs e a elaboração de marketing acontecerá de forma genuína.

Mas o que são NFTs?


(Pantys anuncia sua entrada no metaverso ao lançar 33 NFTs. Foto/ Divulgação / Pantys)


NFTs é a sigla em inglês para Non-Fungible Token, a tradução para o português é "Token Não Fungível". A funcionalidade é a representação de um ativo, uma empresa/marca de forma legal e segura. Uma vez que alguém se declara dono de tal propriedade é ilegal fazerem cópias. Os produtos através do marketplace NFTs têm a garantia de exclusividade.

Embora, esse método tecnológico seja eficaz, há certas dificuldades que empresas de beleza e moda podem enfrentar. Principalmente, porque os NFTs são mais focados na área de games. Mas há marcas renomadas da indústria fashion que lançaram seu ativo sobre esse mercado digital, como: Gucci, Burberry, Nike, Karl Lagerfeld, Gap, Nivea e Clinique.

Pantys é a primeira empresa de calcinhas absorventes do Brasil e única clinicamente testada globalmente, se vê inspirada por marcas internacionais e lança 33 NFTs exclusivos. Além disso, a Co-fundadora, Maria Eduarda Camargo, explica o porquê da Pantys ter entrado nesse marketplace e a importância para com o meio ambiente. Confira o trecho:

"A tecnologia Blockchain gera uma enorme pegada de carbono, portanto, assim como os produtos da marca, que levam a etiqueta de carbono neutro, as emissões da Pantys serão calculadas com base no consumo de energia da rede Ethereum e no gás médio utilizado por transação". Com essa afirmação, Maria Camargo mostra as variações e inovações na linha, através de materiais renováveis e naturais.

Pantys também foi a primeira marca de moda a adotar as etiquetas de carbono neutro, assumindo o compromisso de medir, reduzir e compensar todas as emissões de carbono que produz, desde as lavouras até o descarte da peça. Ou seja, é notável a imagem e impacto que a empresa de lingerie quer passar.

Mas o que são NFTs?


(Pantys anunciou sua entrada no metaverso ao lançar 33 NFTs. Foto/ Divulgação / Pantys)


Emily Ewell acrescenta que: “O olhar artístico que temos com o universo feminino se estende para o mundo digital, gerando fotos, vídeos, peças gráficas e campanhas fotográficas de alto valor no mercado, o que agora passa a ter autenticidade e a possibilidade de garantir originalidade. Enxergamos essa inovação como uma oportunidade de interagir com artistas e com a nossa comunidade de novas formas, convidando todos para colaborar com a gente e criar os melhores conteúdos para o universo feminino global…

Uma das maneiras de demonstrar originalidade e empoderamento feminino foi a colaboração com o fim da pobreza menstrual que a Pantys proporcionou, através de um leilão com valor inicial de US$39,55. 

Ação contra a pobreza menstrual


(Pobreza menstrual. Foto/ Divulgação)


O leilão da Pantys foi elaborado para criar a campanha “social impact NFTs”, além de propagar a entrada da marca no marketplace, também combate a pobreza menstrual. Cada calcinha vendida pelo marketplace (OpenSea) no valor inicial de US$39,55, a empresa de lingerie doará uma peça íntima para alguma mulher em situação de vulnerabilidade. Além de outras doações que serão feitas com os lucros do lançamento dos NFTs.

Os NFTs da marca foram vendidos no dia 7 de fevereiro de 2022, data em que se encerraram os lances do leilão. 

Foto destaque: Pantys anunciou sua entrada no metaverso ao lançar 33 NFTs. Divulgação / Pantys