Beleza

Paris Fashion Week 2022: Confira os destaques da semana de moda da alta-costura

08 Jul 2022 - 16h42 | Atulizado em 08 Jul 2022 - 16h42
Paris Fashion Week 2022: Confira os destaques da semana de moda da alta-costura

A temporada outono /inverno dos desfiles da alta-costura em Paris, realizado de 4 a 7 de julho, presencialmente, marcou a semana de moda na capital francesa com um verdadeiro espetáculo luxuoso para os amantes da moda. Mais de 20 maisons desfilaram suas coleções, em um dos desfiles mais esperados de todas as fashion weeks, trazendo designs autorais e exclusivos, confeccionadas com alto padrão, peças feitas à mão, materiais de alta qualidade e acabamento impecável. Além, claro, de uma dose de criatividade que a licença estética do desfile permite. A importância do evento, se dá pelo grande peso e influência no mercado da moda. Ou seja, a inspiração de hoje das passarelas, surgirá amanhã nas peças das vitrines.

Para ficar por dentro do que será tendência, confira, a seguir, uma seleção dos destaques do desfile:

Schiaparelli

O desfile da Schiaparelli abriu a Semana de Alta-Costura de Paris, com uma performance surrealista, já característica da marca. Daniel Roseberry, diretor criativo da Maison, apresentou suas criações dramáticas com cores mais sóbrias – apenas preto, branco e dourado. Na passarela, silhuetas marcadas, muito volume, flores e bordados dourados, contrastaram com as peças pretas.



Dior

A árvore da vida da artista ucraniana, Olesia Trofymenjo , foi a grande inspiração da coleção da Dior, criada por Maria Grazia Chiuri. Cores naturais, tons de bege – alguns com um toque de preto ou azul –, bordados magnificentes feitos por fio de algodão e seda e patchwork de renda, deiraram a mensagem da marca: Luxo e sofisticação.



Fendi

Para as passarelas, a grife trouxe vestidos longos transparentes com bordados de linha florais e redes de cristais com quase nada por baixo. Tecidos em patchwork e paetês em degradê, do fosco ao brilhante e uma paleta com tons de  bege e caramelo. O diretor criativo da marca, Kim Jones, buscou referências em Kioto e em Paris, além da própria Itália, berço da Fendi, apresentando contradições entre Oriente e Ocidente.



Chanel

A Chanel, uma das marcas de luxo mais tradicionais da França, apostou em um esquema de cores inspirada nas capas dos álbuns ingleses dos anos 60. Peças em tule e com bastante transparência, os clássicos conjuntinhos estruturados, com cortes e os maxi laços de cabelo e chapéus, foram os grandes destaques da coleção criada por Virginie Viard, diretora criativa da grife.



A  Alta Costura de Paris é um dos destaques do mundo da moda e, portanto, um evento de muito prestígio. Para receber o título de maison e, receber o aval da Federação de Alta Costura e da Moda francesa, a grife tem que respeitar diversas condições: cada peça deve ser feita à mão em ateliês de, no mínimo, vinte pessoas. Além disso, a marca tem que se comprometer a mostrar duas coleções por ano, em janeiro e julho. Cada coleção deve ter, pelo menos, 25 designs originais,  diurnos e noturnos, respeitando as normas de dois ateliês, o flou (peças fluidas) e tailleur (calças a blazers).

Foto destaque: Chanel/ Paris Fashion Week 2022/ 2023. Reprodução/ Instagram