Notícias

Passaporte vacinal será exigido a turistas no Rio de Janeiro

21 Nov 2021 - 22h14 | Atulizado em 21 Nov 2021 - 22h14
Passaporte vacinal será exigido a turistas no Rio de Janeiro

Temendo que o Rio de Janeiro aumente o fluxo de turistas para comemorar o Carnaval, a Prefeitura revelou que solicitou ao Ministério da Saúde o fornecimento de passaporte de vacinação contra o covid-19 para pessoas que chegam de outros países ao Brasil. "O Ministério está se informando dessa situação, nas próximas semanas vamos decidir se mantemos o passaporte de vacinação, se aumentamos o custo do passaporte de vacinação para outros setores da sociedade ou se alcançamos uma taxa de cobertura vacinal tão elevada. Para que não seja mais necessário", declarou Soranz. O ministro da Saúde lembrou que os países que enfrentam atualmente um novo surto de covid-19 ainda não alcançaram ampla cobertura vacinal para a população, ou não adotaram uma terceira dose da vacina como reserva em idosos, o que é contrário ao que está acontecendo na cidade do Rio.


comprovante de vacinação(Foto:Reprodução/canaltech)


Segundo ele, a prefeitura seguirá monitorando os índices locais da pandemia, assim como as categorias de vírus circulando na cidade, através de um “sistema de vigilância bastante apurado”. "O ministério está apreciando essa situação, e nós vamos definir ao longo das próximas semanas se nós mantemos o passaporte vacinal, se a gente aumenta a cobrança do passaporte vacinal a outros setores da sociedade, ou se a gente já vai alcançar uma cobertura vacinal tão alta que ele não será mais necessário”, declarou Soranz.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Uso-10-do-meu-poder-para-deixar-as-outras-mulheres-brilharem-afirma-Dayane-Mello

https://inmagazine.ig.com.br/post/Erika-Januza-e-coroada-Rainha-de-Bateria-da-Unidos-do-Viradouro-tenho-todo-respeito-tambem-por-quem-estava-antes

https://inmagazine.ig.com.br/post/14-Assaltantes-invadem-loja-da-Louis-Vuitton-e-causa-grande-prejuizo-a-marca-de-grife

O secretário de saúde lembrou que os países que atualmente enfrentam novos surtos de covid-19 não conseguiram uma cobertura vacinal ampla da população ou não adotaram a terceira dose da vacina em idosos, como reforço, ao contrário do que vem ocorrendo no município do Rio. Segundo ele, a prefeitura seguirá monitorando os índices locais da pandemia, assim como as categorias de vírus circulando na cidade, através de um “sistema de vigilância bastante apurado”.

 

Foto destaque: Rio de Janeiro. Reprodução/araruamaturismo