Money

Pela primeira vez na história, Trump não está entre as 400 pessoas mais ricas dos EUA

08 Out 2021 - 12h00 | Atulizado em 08 Out 2021 - 12h00
Pela primeira vez na história, Trump não está entre as 400 pessoas mais ricas dos EUA

A revista Forbes publica anualmente a lista Forbes 400, que registra as 400 personalidades mais ricas dos Estados Unidos. Nela, Donald Trump sempre constou, com exceção da lista desta edição, na qual o ex-presidente republicano não apareceu, uma vez que sua fortuna foi contabilizada com um valor de US$ 2,5 bilhões. A quantia ficou US$ 400 milhões abaixo da linha de corte da Forbes 400, que é de US$ 2,9 bilhões.

Donald Trump foi o número 339 da lista no ano de 2020, mas perdeu US$ 600 milhões desde quando a pandemia do novo coronavírus se iniciou. Isto se deu pelos principais negócios do republicano estarem aplicados no mercado imobiliário americano, que teve queda drástica durante a crise econômica causada pela pandemia. Ao contrário disso, negócios tecnológicos, incluindo as criptomoedas deslancharam neste período.

+ Caio Castro afirma que relacionamento com Grazi Massafera deu certo

+ Lutadora de Jiu-Jitsu de apenas 10 anos busca apoio para disputar competições

+ Câmara aprova prémio Paulo Gustavo de humor em homenagem ao ator

O ex-presidente dos Estados Unidos até poderia ter diversificado suas ações. Ele teve a chance quando as autoridades federais de ética o pressionaram a deixar de trabalhar com ativos imobiliários, por conta de conflitos de interesses. O então presidente Donald Trump, que não era obrigado a declinar em seus negócios, se negou.

Ao deixar o mercado imobiliário, Trump poderia reinvenstir em fundos multimercados e baseados em índices. Mas, já eleito, nove dias antes de tomar posse do cargo, o ex-presidente republicano declarou: "Eu realmente posso dirigir meu negócio e o governo ao mesmo tempo. Não gosto de como isso soa, mas eu poderia fazer isso se quisesse. Eu seria a única pessoa autorizada a fazer isso."

Se em 2016, quando foi pressionado a abandonar o mercado imobiliário, Trump tivesse vendido seus ativos, ele teria de arcar com impostos pesados. Porém, mesmo assim, se tivesse reinvestido o valor das vendas, poderia ter ficado 80% mais rico. Isto contando que o presidente reinvestiria em, por exemplo, um fundo de índice que acompanha o S&P 500.

Foto de destaque: Isac Nóbrega/PR