Saúde e Bem Estar

Pesquisa afirma que quase 50% dos brasileiros sofrem com o estresse crônico

28 Jul 2022 - 14h45 | Atulizado em 28 Jul 2022 - 14h45
Pesquisa afirma que quase 50% dos brasileiros sofrem com o estresse crônico

Segundo uma pesquisa feita pela ferramenta de saúde StarCheck (do grupo Healthtech Starbem), cerca de 48,59% dos homens que foram analisados, estavam apresentando sintomas de altos níveis de estresse e outros 34% estavam com o diagnóstico de hipertensos.

Os dados foram coletados nos primeiros cinco meses do ano, e mostraram que de 14 mil check-ups, mais de sete mil diagnósticos davam algum tipo de alteração nos vários sinais vitais analisados. Um exemplo é quando a pessoa passa por um momento de estresse, seu organismo automaticamente libera substâncias como: adrenalina e cortisol, para que qualquer resposta ajude na defesa.

Mesmo sendo um fator do nosso corpo, enfrentar o estresse de forma recorrente e até ele ser diagnosticado como crônico, é um problema que pode ser muito prejudicial para a saúde como um todo. Para o médico endocrinologista, Filippo Pedrinola, as consequências da liberação de cortisol no corpo humano, sempre trazem problemas para o organismo. “O cortisol causa um efeito imunossupressor, por isso quem sofre com o estresse crônico fica mais facilmente gripado, resfriado e tem herpes. Isso acontece pela alta redução dos glóbulos brancos” contou.

Ele ainda complementa dizendo que os efeitos do cortisol são tão fortes, que podem atingir uma parte importante do cérebro, que é o hipocampo. Essa região cuida da parte de memórias recentes das pessoas. Para a maioria dos especialistas nesse tema, dois fatores foram prejudiciais: uma nova rotina causada pela pandemia de Covid-19.


Foto: Mulher concentrada e meditando/ Reprodução: Diário do Nordeste/ Shutterstock


Toda a mobilização que a pandemia causou e ainda causa, podem ter uma relação bem junta com esses índices no número de hipertensos e estressados. Nesse mesmo estudo da StarCheck, o público que mais sofre com esses dois problemas são os homens. Outros problemas que a pandemia trouxe, segundo um levantamento da Organizações das Nações Unidas (ONU), foram o aumento no número de pessoas com depressão e ansiedade, no mundo todo.

Segundo o médico neuro-cirurgião e professor docente do Hospital das Clínicas de São Paulo, Fernando Gomes, quem sofre com o estresse crônico, por qualquer motivo pode ter um pico de descompensação e perda do controle e para evitar esses transtornos, existem algumas alternativas que ajudam no bem-estar e melhoram a qualidade de vida das pessoas.

Cuidar e fazer o descanso correto diariamente, criar alguma rotina, cuidar do sono, pois ele se estiver descuidado, acarreta em vários problemas e até uma falta no equilíbrio emocional, praticar exercícios físicos e fazer diariamente momentos de meditação, auxiliam na melhora do funcionamento do organismo e trazem o equilíbrio das emoções novamente.

Foto Destaque: Homem estressado e lidando com problemas/ Reprodução: Conceito Zen