Money

Pesquisa aponta que 78,9% das famílias brasileiras estão endividadas

07 Dez 2022 - 11h00 | Atulizado em 07 Dez 2022 - 11h00
Pesquisa aponta que 78,9% das famílias brasileiras estão endividadas

O mês de novembro registrou a parcela de 78,9% de famílias brasileiras com dívidas em atraso ou não, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), produzida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O número é menor que o apontado no mês de outubro de 79,2%, porém, ultrapassa a porcentagem de novembro de 2021 quando marcou 75,6%.

As famílias com dívidas em atraso, chamadas inadimplentes, somavam 30,3% em novembro deste ano, mesmo valor do mês anterior, e superior ao de 26,1% registrado em novembro de 2021. A pesquisa também aponta o percentual de famílias que não atingirão a quitação de suas contas, valor que subiu para 10,9%. Em outubro o número era de 10,6% e 10,1% em novembro do ano passado.

Há ainda a parcela do grupo que corresponde aos muito endividados, o mesmo aumentou de 14,8% em novembro de 2021 para 17,5% em novembro de 2022. A média de gastos da renda com dívidas ficou em 30,4%, acima dos 30,3% de outubro deste ano e novembro do ano anterior.


Brasileiros devem usar o 13º salário para pagar e quitar dívidas (Foto:Reprodução/Pexels)


A Serasa, empresa privada conhecida por análises de dados e informações financeiras dos consumidores, divulgou a nova data do Feirão Serasa Limpa Nome, a ser realizado em 23 de dezembro deste ano. O evento em questão possibilita aos endividados negociações e descontos em dívidas atrasadas.

Os consumidores poderão quitar as dívidas via Pix, além dos descontos de até 99% no valor dos débitos. Diversas instituições participam como parceiros da empresa, como bancos, telefonia, varejo, universidades, seguradoras e outros segmentos. 

Segundo pesquisa da Serasa, realizada com 2.800 pessoas, mostra que 64% dos entrevistados planejam pagar as dívidas e contas básicas com o dinheiro recebido do 13º salário. As negociações podem ser feitas online através do site da empresa, ou presencialmente nas agências dos Correios pagando uma taxa de R$3,60.

Foto Destaque: Famílias brasileiras em dívidas somam 30,3% em novembro deste ano. Reprodução/Pexels