Money

Pigcasso vende quadro abstrato por R$ 150 mil, deixa o chipanzé Congo para trás e bate recorde

06 Jan 2022 - 13h07 | Atulizado em 06 Jan 2022 - 13h07
Pigcasso vende quadro abstrato por R$ 150 mil, deixa o chipanzé Congo para trás e bate recorde

 

Essa parece uma daquelas histórias de cinema, drama, reviravoltas e a famosa jornada do herói. Dessa vez o herói da história é um porco, ou melhor uma porca, que passou por vários momentos desafiadores até conhecer sua mentora Joanne Lefson, ativista dos direitos dos animais.

O roteiro de Pigcasso tem um inicio cheio de adrenalina quando a protetora dos animais prepara uma grande escapada em maio de 2016 de um macabro abatedouro. Até aquele momento seu destino estava definido, era se transformar em bacon para Hambúrgueres servidos à sul-africanos famintos, até aquele momento, com apenas seis meses de vida.

Mas Joanne tinha outros planos para ela, salvar sua pele daquele covil horripilante e leva-la sã e salva para um lugar seguro. Essa é a primeira parte da história. Depois do sucesso da operação a porquinha foi levada para o santuário conhecido como Farm Santctuare SA, famoso abrigo de animais localizado em Franschhoek, na Africa do Sul.

Essa nova oportunidade de vida abriu um leque de possibilidades, uma delas era o futebol. Mas o que arrebatou coração do suíno foram as artes plásticas. Depois que Lefson deixou alguns pincéis, tintas e telas a mágica aconteceu e Pigcasso entrou em cena, agora ela tem até seu próprio atelier de arte. 

Desde que deu início a sua carreira a artista só viu sua popularidade aumentar, assim como o valor de suas pinceladas. A porcartista começou vendendo suas obras por valor que poderia chegar até U$$ 2 mil, na época esse valor chegava à R$ 6mil.


É bom o artista Banksy ficar de olho nessa concorrencia animal, pois alguns dizem, quem precisa de um Banksy se eu posso ter um Pigcasso. (Foto: Reprodução/TheSouthAfrica)


Após tanta dedicação à arte ela consegue produzir uma obra de arte que ultrapassou em valores o quadro mais caro pintado por um animal já vendido. Antes a marca era do chimpanzé Congo que teve obra leiloada por 14 mil Libras, cerca de R$ 105 mil, leiloado na londrina Casa Bonhams.

A obra avaliada pelo preço mais alto no mundo da arte produzida por um animal é o quadro Wild and Free (Selvagem e Livre), pintura abstrativista que tem predominância na paleta de cores o azul, verde e o branco, além de pinceladas secundarias em cores mais quentes como vermelho e laranja.

O quadro foi adquirido pelo investidor alemão Peter esser, aproximadamente 72 horas depois de ser disponibilizado para venda, segundo informações do tabloide inglês Daily Mail. 

Todos os valores obtidos através das vendas das obras são revertidos para o Farm Sancturary SA, por meio de financiamento. O dinheiro que vai para o abrigo de animais também é utilizado para projetos para conscientização do populares a respeito do mercado produtor de carnes, afirma a ativista, residente na Cidade do Cabo, Africa do Sul e dona de Pigcasso.

Hoje em dia nós podemos dizer que a pintora animal é uma influencer digital. Sua pagina na rede social tem 43,4 mil seguidores, ela segue 303, o que da uma noção do tamanho de sua influência.

Joanne diz que tudo para ela foi uma surpresa agradável pois o mais difícil para ela foi encontrar algum tipo de brinquedo que ela não comeria, pois até aquele momento nenhum havia sobrevivido as sessões de brincadeiras, então quando ela viu que os pincéis estavam vivos foi uma grande surpresa, mais ainda quando ela vou o talento da porquinha revelado.


A artista em ação trabalhando no que se transformaria na obra de arte mais cara já negociada da historia animal. (Foto: Reprodução/Radioeducadora).


Não é a primeira vez que a protetora dos animais cria uma história digna de roteiro cenamatográfico. Em 2013 ela virou notícia quando conheceu Rupee, um viralatinha de 8 meses de idade que estava abandonado num lixão, localizado na Índia, quase morto de desidratação e fome.

Mais uma vez Joanne foi a heroína de uma história animal e digna das telas. Depois desse resgate o cão participou de uma jornada sem dúvida inesquecível e que muitos humanos dão a vida para fazer. Subir as montanhas do Himalaia, antes ela tomou todas as precauções e fez uma consulta com um veterinário que deu todas as garantidas de que o bicho não sofreria pois ele era um cachorro nascido na montanha por isso não teria qualquer problema durante subida ocasionado pelas altas altitudes, algo que ele já era acostumado.

E para garantir totalmente o bens estar de Rupee ela montou uma dieta especial contendo muita proteína, arroz e ovos cozidos.


Rupee e Joanne chegando ao acampamento base à 5.150 metros de altitude em direção ao evereste. (Foto: Reprodução/Hypeness)


Essas aventuras deram fama a ativista que ficou conhecida quando passou a viajar pelo planeta com seu cachorro Oscar. Durante os roteiros de viagens eles visitavam os pontos turísticos com a missão que faz parte do projeto de conscientização das pessoas sobre o flagelo do abandono de animais por todo mundo, principalmente os cães, e claro incentivar a adoção dos animais. Para nossa tristeza e de Joanne nós perdemos este valoroso ativista da causa que morreu. Agora Rupee cumpre com galhardia essa  jornada iniciada por Oscar e ajuda a protetora nesse trabalho ao redor do globo. 

Não é a primeira vez que a protetora dos animais cria uma história digna de roteiro cenamatográfico. Em 2013 ela virou notícia quando conheceu Rupee, um viralatinha de 8 meses de idade que estava abandonado num lixão, localizado na Índia, quase morto de desidratação e fome.

Mais uma vez Joanne foi a heroína de uma história animal e digna das telas. Depois desse resgate o cão participou de uma jornada sem dúvida inesquecível e que muitos humanos dão a vida para fazer. Subir as montanhas do Himalaia, antes ela tomou todas as precauções e fez uma consulta com um veterinário que deu todas as garantidas de que o bicho não sofreria pois ele era um cachorro nascido na montanha por isso não teria qualquer problema durante subida ocasionado pelas altas altitudes, algo que ele já era acostumado.

E para garantir totalmente o bem estar de Rupee ela montou uma dieta especial contendo muita proteína, arroz e ovos cozidos.

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Costco-mostra-como-a-varejista-manteve-clientes-fieis-na-pandemia

https://inmagazine.ig.com.br/post/Tendencias-para-criptomoedas-e-blockchain-neste-ano

https://inmagazine.ig.com.br/post/Codigos-de-arte-digital-dominam-e-revolucionam-mercado-financeiro-como-ninguem-previu


Essas aventuras deram fama a ativista que ficou conhecida quando passou a viajar pelo planeta com seu cachorro Oscar. Durante os roteiros de viagens eles visitavam os pontos turísticos com a missão que faz parte do projeto de conscientização das pessoas sobre o flagelo do abandono de animais por todo mundo, principalmente os cães, e claro incentivar a adoção dos animais. Para nossa tristeza e de Joanne nós perdemos este valoroso ativista da causa que morreu. Agora Rupee cumpre com galhardia essa  jornada iniciada por Oscar e ajuda a protetora nesse trabalho ao redor do globo.