Esportes

Prefeitura de Curitiba permite volta de público nos estádios

18 Ago 2021 - 18h52 | Atulizado em 18 Ago 2021 - 18h52
Prefeitura de Curitiba permite volta de público nos estádios

A prefeitura de Curitiba anunciou a liberação reduzida da volta de público aos estádios da capital paranaense, em nota nesta quarta-feira (18) o órgão público colocou condições para Athletico Paranaense, Coritiba e Paraná Clube voltarem a receber seus torcedores.

 

As novas regras estão no decreto municipal, que será publicado até o final da tarde, o decreto começa a valer a partir da publicação e terá duração de apenas duas semanas, até 1° de setembro.

 

Algumas das condições para a volta do público na capital paranaense são: 

  • Ocupação de 20% da capacidade do local;

  • Limitação máxima de cinco mil pessoas;

  • Apresentar exame RT-PCR ou antígeno para detecção do novo coronavírus, coletado em até 48 horas antes da data do evento, com resultado negativo;

  • Não será permitida a comercialização e o consumo de alimentos e bebidas alcoólicas no local.

 

 



Prefeito Rafael Greca recebeu o G-5 do Coritiba na Quarta-feira (11) - Foto: Reprodução Internet / Twitter - @RafaelGraca


A liberação acontece após negociações de três clubes, são eles o Athletico, o Coritiba e o Paraná, com a prefeitura de Curitiba, os clubes prepararam um documento que foi analisado pelas autoridades. Eles garantem ter estrutura para colocar em prática assim que receberem autorização, a projeção para a volta do público é entre setembro e outubro.

 

Esse protocolo também será repassado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Coxa, o Furacão e o Tricolor defendem que o público seja liberado no Brasileirão de uma forma igualitária.

 

https://lorena.r7.com/post/Bateu-o-martelo-Justica-determina-a-execucao-de-R-935-milhoes-ao-Vasco-por-dividas-trabalhistas
https://lorena.r7.com/post/Palmeiras-aplica-bem-sua-estrategia-vence-Sao-Paulo-e-vai-as-semifinais-em-busca-do-Bi-da-Libertadores
https://lorena.r7.com/post/Conheca-o-mais-novo-jogador-do-Galo-Diego-Costa-Rei-das-tretas-e-polemicas-na-Europa

 

“Embora os casos tenham aumentado, não se observa o agravamento, o que pode ser visto como algo positivo. Mas ressalto que a pandemia não acabou, não pe vida normal, devemos continuar com todos os cuidados.” - Afirmou Márcia Huçulak, secretária municipal da saúde.

 

A média móvel de novos casos em Curitiba, nos últimos sete dias, está em 664, um aumento de 54% em relação a 14 dias atrás. O número de casos ativos também apresenta alta de 24% no mesmo período. 83,1% dos moradores da capital acima de 18 anos já tomaram ao menos uma dose da vacina. 


Foto de Destaque: Arena da Baixada sem torcida - Foto: Geraldo Bubniak / AGB