Notícias

Prefeitura emite alerta sobre risco de desmoronamento de falésias na BA

14 Jan 2022 - 18h00 | Atulizado em 14 Jan 2022 - 18h00
Prefeitura emite alerta sobre risco de desmoronamento de falésias na BA

Na quinta-feira, 13, a prefeitura de Cairu, cidade que fica localizada ao sul da Bahia e a 175 km de distância de Salvador, emitiu um alerta sobre a possibilidade de um desmoronamento de falésias, em um trecho que se situa entre o Morro de São Paulo e Gamboa. Esses são destinos turísticos conhecidos na Ilha de Tinharé, recebendo muitas pessoas durante o verão.

Baseados em estudos feitos por um geólogo, constatando a possibilidade de um desmoronamento ''por causas naturais'', os trechos foram interditados. O aviso foi dado pela pasta municipal da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (Sedes) e ocorre dias depois as fortes chuvas registradas que atingiram a região.

É a segunda vez que o local recebe avisos com placas que indicam perigo, já que o risco era existente desde o ano passado. Em 2021, o município atendeu uma notificação da Ação Civil Pública do Ministério Público Federal (MPF) para realizar a mesma sinalização.


Segundo o comunicado de Ivã Amorim, secretário municipal de desenvolvimento sustentável, “Independente desta ação, já havíamos tomado medidas de segurança em relação ao local, inclusive isolando a área.”

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia, o Crea-BA, em outubro de 2021, já sinalizara sobre o risco de deslizamentos de falésia junto a divulgação de um relatório técnico feito pela prefeitura de Cairu.

Naquele momento, o Crea-BA lembrou do desabamento de falésias que ocorreu em dezembro de 2020, na praia de Pipa, Rio Grande do Norte, e que vitimou três pessoas, entre as vítimas, uma criança. Foi ressaltado pelo órgão a importância de que profissionais e sociedade estivessem atentos a essas regiões e evitassem a proximidade.



Ainda em dezembro de 2020, a Defesa Civil da Bahia emitiu um alerta para o risco de desabamento de falésia em Cairu após uma vistoria técnica realizada na zona costeira de Gamboa e Morro de São Paulo. Essa falésia estava localizada na Praia da Argila.

Toda essa cautela ocorre uma semana após o deslizamento das rochas na queda de um paredão nos cânions no Lago de Furnas, na região do Capitólio, Minas Gerais.

 

Foto destaque: Reprodução/uol/Prefeitura de Cairu (BA)

LEIA MAIS