Notícias

Princípio de incêndio em vagão do MetrôRio provoca caos nos passageiros

27 Abr 2022 - 02h01 | Atulizado em 27 Abr 2022 - 02h01
Princípio de incêndio em vagão do MetrôRio provoca caos nos passageiros

Um princípio de incêndio em um vagão do MetrôRio causou desespero nos passageiros que estavam dentro da composição, por volta das 17:22 da tarde, desta terça-feira (26). O trem parou na estação Presidente Vargas, antes de partir para a estação Central, as portas se abriram novamente para que os passagereiros saissem, muitos gritavam alvoroçados, "fogo, fogo". O sistema de energia precisou ser cortado por alguns minutos, até a retirada da composição avariada, aproximadamente às 17:30.


Composição da linha 2 lotada, após retirada do trem avariado (Foto: Divulgação/Gabriel C. Garcia In Magazine)


Passageiros que estavam dentro do vagão que deu pane relataram os momentos de tensão: "Teve um fogo entre o trilho e metrô, né... vagão do metrô, aí todo mundo saiu assustado e correndo, aí a gente tomou um susto danado" - relatou Ana Paula, passageira que estava no vagão que teve o princípio de incêndio.

"Eu tava dentro do vagão, tava com o fone e tal, assim, eu vi todo mundo correndo e eu não sabia o que estava acontecendo, pensei que fosse assalto e tal, e eu saí correndo junto, aí eu subi aqui em cima (mesanino da estação) e vi que tava pegando fogo" relatou Bruno, que estava no vagão ao lado.

"Muita gente saiu correndo, todo mundo começou a gritar 'fogo' e sairam correndo, não sabiam se era assalto" - relatou Mariana, passageira que estava na composição.

No Twitter, a concessionária que administra o metrô emitiu uma nota informando sobre o ocorrido que provocou a paralização no sistema "O MetrôRio informa que, devido a um problema técnico em uma composição na estação Presidente Vargas, houve um corte de energia momentâneo nos dois sentidos na tarde desta terça-feira (26/04). O trem foi retirado de circulação". Niguém se feriu. Após a retirada da composição os intervalos voltaram a ficar regulares.

Foto destaque: Passageiros aguardando o controle do incêndio do vagão. Divulgação/Gabriel C. Garcia In Magazine. 

Mais Lidas