Cinema/TV

Processo em que acusa Netflix de influenciar suicídio de adolescente é arquivado

14 Jan 2022 - 14h50 | Atulizado em 14 Jan 2022 - 14h50
Processo em que acusa Netflix de influenciar suicídio de adolescente é arquivado

O processo contra a Netflix em que acusava a plataforma de influenciar o suicídio entre adolescentes teve seu desfecho. A juíza decidiu inocentar pelo ocorrido, alegando que o site de streaming possui diferentes títulos e seguem as normas de aviso para os conteúdos contidos em cada um deles.

John Herndon foi o responsável por mover a causa contra a Netflix alegando que na série “13 reasons why” foi o propulsor para que sua filha Bella Herndon cometesse suicídio. O responsável chegou a essa hipótese seguindo a informação de sua filha ter maratonado a série alguns dias após o trágico enforcamento que ocorreu no dia 18 de abril de 2017.

Apesar do espaço de tempo em que tudo ocorreu, o luto do pai fez com que em agosto de 2021 enfrentasse de fato a plataforma e fazendo com que caso a companhia fosse responsável arquem suas devidas consequências. Apenas em dezembro do mesmo ano que a plataforma conseguiu o indeferimento do processo confirmando que o conteúdo exposto em suas plataformas seguem as diretrizes vigentes em cada país.


Trailer da primeira temporada da série (Divulgação/Netflix).


A série “13 reasons why” conta a história de Hanna Baker uma adolescente com problemas em seu convívio social, enfrenta uma série de eventos traumatizantes, sem a busca de ajuda necessária, a jovem decide então tirar sua própria vida, cometendo o suicídio de forma cruel dentro de sua residência.

A revolta e as denuncias acerca da morte da protagonista, rondam a escola em que estudava, a partir deste momento a trama se desenrola e os “acusados” começam a sentir a culpa por cada ocorrido, durante os episódios abordam outros problemas sociais de alguns alunos que sofrem de problemas como drogas, violências entre outros psicossomáticos que são alarmados, a série obteve sucesso entre os assinantes chegando a sua quarta temporada que finalizou a trama.

O processo arquivado contra a Netflix condiz com a política que a empresa adota frente a seus usuários, vale ressaltar, que no final de cada episodio são mencionados sites e contatos de pessoas que sofrem de distúrbios e a importância de procurarem ajuda, sempre que necessário.

John Herndon sofre a junto de outros milhões de pais e responsáveis que tentam encontrar uma causa para as atitudes que levaram essas vítimas a atos tão extremos, entre os adolescentes para se ter um norte, o suicídio é a segunda maior causa de morte, ressaltando a importância de alguns canais e centro de valorização da vida que possuem fácil comunicação, caso você conheça ou esteja passando por momentos delicados, entre em contato pelos meios digitais da CVV ou pelo telefone 188.

Foto destaque: Protagonista da série "13 reasons why". Divulgação/Netflix.

LEIA MAIS