Cinema/TV

Produção do filme Rust economiza e paga um preço alto no set de filmagem

26 Out 2021 - 22h06 | Atulizado em 26 Out 2021 - 22h06
Produção do filme Rust economiza e paga um preço alto no set de filmagem

A escolha da produção do filme “Rust" em economizar no orçamento acabou gerando condições para que uma fatalidade acontecesse no set de filmagem. Que toda produção audiovisual busca diminuir os custos do orçamento não é novidade e a responsabilidade dessa missão fica a cargo da produção executiva. E a pergunta que fazemos é, até que ponto os cortes do orçamento podem prejudicar a salubridade, a segurança, o ambiente de trabalho no set e o bem estar da equipe técnica responsável por fazer a produção audiovisual nascer?

O trágico incidente levanta a questão: “até que ponto o dinheiro é  mais importante que a vida da pessoa humana?


Serge e Halyna num momento de descontração. Foto: (Reprodução/DailyNationToday)


Por causa de alguns bons trocados economizados o set de filmagem pode se transformar num cenario desagradável. Não bastasse esse fato,  a economia também não trás os melhores profissionais do mercado.

Por um lado isso pode ser bom trazendo eventualmente uma oportunidade para quem está começando no segmento. Mas isso precisa ter um limite. 

No caso específico do filme “Rust”, uma produção de baixo orçamento mas que por outro lado não estava disposta a abrir mão da autenticidade dos objetos de cena, esse limite foi ultrapassado. O site RollingStone.com divulgou em reportagem de sexta (22) um histórico de problemas com armas de fogo num set de cinema americano, de acordo com o site o EUA já teve 43 acidentes fatais por causa dessa ocorrência, a lógica nos faz pensar que esse seria o último lugar onde o orçamento deveria ser enxugado. Mas não foi isso o que aconteceu.

O gaffer, nome técnico para a função de eletricista-chefe num set de filmagem, Serge Svetnoy fez um declaração em tom de crítica e desabafo apontando algumas situações que estão longe das condições profissionais exigidas para uma produção, disse ele “ nenhum trocado economizado vale a vida de alguém” , e contou mais, “ a pessoa que deveria anunciar que a arma estava carregada no local e não o fez", desabafou. 


Momentos: Halyna com Serge( Eletricista-chefe); a equipe fimando uma cena; imagem aérea do set de filmagem do filme "Rust". Foto: (Reprodução/BelgiumNews)


O desabafo vem de alguém que era o braço direito de Halyna Hutchins, ela não só esteve presente em todos os trabalhos da Diretora, mas também compartilhava uma amizade. Serve comenta, “Eu a segurei nos meus braços, enquanto ela estava morrendo. O seu sangue estava em minhas mãos”, lembra.

O Pai de Halyna deixou claro que não culpa o ator pelo ocorrido. “Alec Baldwin não tem culpa, a responsabilidade é da equipe responsável pelos objetos de cena, eles cuidam das armas" disse em entrevista ao The Sun. Anatoly Androsovych informou que o ator e produtor de Rust Alec Baldwin está dando todo suporte a família. 

https://inmagazine.com.br/post/Cinegrafista-morta-em-set-de-filmagem-era-assediada-no-trabalho

https://inmagazine.com.br/post/Diretor-assistente-garantiu-a-Alec-Baldwin-que-arma-era-segura-diz-policia

https://inmagazine.com.br/post/Ligacao-de-emergencia-apos-acidente-na-gravacao-de-Rust-e-divulgada

A diretora de fotografia foi levada para o hospital, mas não resistiu ao ferimento.

As críticas de Serge não pararam, “É  culpa de negligência e falta de profissionalismo. À negligência da pessoa que deveria verificar a arma no local e não fez isso; a pessoa que teve que anunciar que a arma carregada estava no local e não o fez; a pessoa que deveria ter verificado a arma antes de traze-la para o set e não o fez.”

E disse mais, “Tenho certeza que tínhamos profissionais em todos os departamentos, exceto em um – O departamento responsável pelas armas. Não tem como uma mulher (ou homem) de 24 anos ser um profissional do armamento; não tem como seu amigo mais ou menos da mesma idade da escola, bairro, instagram ou Deus sabe onde mais, ser um profissional desses"

 

Foto destaque: Reprodução / GettyImages.

Mais Lidas