Moda

“Quebrada Cria” nova linha das Havaianas em parceria com a ONG Gerando Falcões

19 Mar 2022 - 12h42 | Atulizado em 19 Mar 2022 - 12h42
“Quebrada Cria” nova linha das Havaianas em parceria com a ONG Gerando Falcões

A marca de chinelos mais conhecida do Brasil lançou a coleção “Quebrada Cria”, na segunda (14), inspirada por artistas da periferia que criaram e projetaram suas interpretações da favela em ilustrações exclusivas para os chinelos Havaianas. Essa parceria de sucesso feita com a ONG Gerando Falcões objetiva dar visibilidade na arte das favelas fortalecendo essa atividade.

Os artistas que participaram do projeto foram Robézio e Teresa, do Acidum Project, de Fortaleza e Caucaia, no Ceará. Luis World do Nacional, da periferia de Contagem MG; Wanatta, do Alto Vera Cruz de Belo Horizonte e Jamaikah, da Vila Helenita, em Viamão, RS.

A Gerando Falcões é uma ONG fundada por Edu Lyra que funciona como um ecossistema de desenvolvimento social por meio de redes em periferias e favelas de todo o Brasil. “A favela é a maior startup brasileira, um berço de inovação para esporte, arte, música, gastronomia e empreendedorismo”, destacou Edu Lyra em comunicado. O projeto conta com universidade a Falcons University, oficinas que transformam a pobreza das favelas em item de museu, entre outros. “A Havaianas abriu sua plataforma para retratar essa inovação e transformar em impacto social na ponta. Um case do que é ESG [Ambiental, Social e Governança, em português]. Referência de uma empresa e uma ONG combatendo juntas a pobreza em escala nas favelas”, completou.


Edu Lyra com a nova coleção das Havaianas (Foto: Reprodução/Instagram)


Robézio e Teresa, do Acidum Project

Os artistas apresentaram sua arte baseada no lugar de onde eles vieram que representa o efeito da quebrada de cada um. A inspiração desenvolvida foi de asfalto, paredes de tijolos sem reboco, roupa pendurada no varal tudo isso com muitas cores.


Inspiração de Robézio e Teresa (Foto: Reprodução/Trends CHK)


 Jamaikah

Se inspirou na própria infância para criar sua arte baseada em pipas dando ar de liberdade, brincar na rua, ralar o joelho e as brincadeiras de criança.


Arte produzida por Jamaikah (Foto: Reprodução/trends CHK)


Luis World

O grafiteiro usou a criatividade para produzir uma estampa de uma criança voando e carregando um coração que representa força e esperança.


Muita inspiração na criatividade de Luis (Foto: Reprodução/Instagram)


Wanatta

Sua estampa foi baseada em tatuagem, algo muito comum nas quebradas, um rosto com uma onça. A imagem retrata a beleza e a essência da periferia, afirmou Wanatta em seu instagram.


Estampa criada a convite da ONG Gerando Falcões (Foto: Reprodução/Instagram)


Roberto Funari, CEO da Alpargatas, acredita que essas ações são importantes para fortalecer e impulsionar a criatividade dos artistas nas favelas, a marca vai inclusive patrocina essas ações. “Nossa parceria quer dar ainda mais luz e recursos para que a Gerando Falcões continue essa potência de transformação social”, afirmou. Ele destacou também a importância de valorizar essas mentes brilhantes presentes no nosso país. “Mentes brilhantes nascem todos os dias no Brasil. A nossa marca Havaianas reconhece isso desde a sua criação, 60 anos atrás, e para incentivar novos talentos a mostrarem ao mundo sua arte, nos tornamos uma tela em branco”, assinalou em nota à imprensa.

Os chinelos com as novas estampas já estão disponíveis para compra nos mais de 250 mil pontos de venda no país e no e-commerce das Havaianas pelo link https://havaianas.com.br/shopmode-gerando-falcoes.html. Nas comunidades onde os artistas moram a coleção será vendida com valores mais acessíveis, Funari disse ainda que 7% do lucro dessa venda liquida será destinada ao projeto “Quebrada Cria”.

Foto destaque: Coleção havaianas. Reprodução/Revista News

 

Mais Lidas