Saúde e Bem Estar

Reino Unido revoga a exigência de apresentação de teste de Covid para viajantes vacinados

28 Jan 2022 - 12h40 | Atulizado em 28 Jan 2022 - 12h40
Reino Unido revoga a exigência de apresentação de teste de Covid para viajantes vacinados

O secretário dos Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, informou na última quinta-feira (27) a decisão do país em revogar a exigência de viajantes apresentarem o teste negativo de Covid-19, caso estejam completamente imunizados. A decisão faz parte dos planos do governo britânico para estabelecer medidas além das restrições e conviver com o vírus.

Até o momento, é obrigatória a apresentação de um teste de Coronavírus após 2 dias da chegada ao Reino Unido. Em alguns casos, o governo britânico ainda exige a testagem de todos os passageiros antes de partirem.

“Prometemos que não manteríamos essas medidas em vigor um dia a mais do que o necessário e é óbvio para mim agora que os testes de fronteira para viajantes vacinados perderam sua utilidade”, disse Shapps ao Parlamento.

A partir da data de 11 de fevereiro, os passageiros totalmente vacinados que aterrissarem no Reino Unido só passarão por uma verificação de status num formulário de viajantes, de acordo com as informações oficiais veiculadas ontem pelo secretário Schapps. Por ora, a vacinação completa especificada pelos britânicos não incluirá o requisito de uma terceira dose. Menores de 18 anos são tratados como passageiros totalmente vacinados, mesmo que não seja o caso.


Enfermeiras fazendo testes de Covid em britânicos num drive thru. (Foto: Reprodução/Ethan Miller).


Segundo o secretário, os que não se qualificarem como totalmente vacinados não terão de se isolar ou fazer um novo teste no oitavo dia, como era de costume, contudo, ainda precisarão fornecer um teste negativo de Covid-19 antes de embarcar para fora do país.

“Este é um sistema proporcional que nos aproxima da normalidade, mantendo as proteções vitais à saúde pública”, disse Shapps.

Vale destacar que o Reino Unido não é o único país que resolveu amenizar as medidas restritivas para estrangeiros: a Suíça iniciou uma flexibilização parecida no último dia 22 e informa que já vacinados não precisam apresentar testes rápidos ou PCR.

 

Foto de destaque: Reprodução/AAMC.