Celebridades

Reynaldo Gianecchini celebra novo ciclo na carreira após deixar a Globo: 'Total liberdade'

23 Mar 2022 - 14h35 | Atulizado em 23 Mar 2022 - 14h35
Reynaldo Gianecchini celebra novo ciclo na carreira após deixar a Globo: 'Total liberdade'

Reynaldo Gianecchini encerrou o contrato com a Rede Globo em julho do ano passado e, desde então, o ator afirmou que está em um “momento de virada” na carreira. Com trabalhos na emissora desde 2000, ano em que atuou na novela “Laços de Família”, o artista é o protagonista e produtor da peça “Brilho Eterno”, baseada no filme “Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças”, de 2004.

Em entrevista ao Splash, do UOL, Gianecchini admitiu que encerrou “um ciclo grande e maravilhoso” e que agora ele tem total liberdade para escolher melhor quais projetos pretende pôr em prática. O ator também disse que deseja novas experiências profissionais, inclusive trabalhos com plataformas de streaming: “Eu tenho coisas andando já, para tudo, desde o teatro até o audiovisual."


Imagem de divulgação da peça "Brilho Eterno", com Tainá Muller e Gianecchini. (Foto: Reprodução/Instagram)


Gianecchini está prestes a completar 50 anos de idade, em novembro deste ano, e ponderou sobre como está lidando com a nova fase da visa, em relação à maturidade e a carreira: "Estou gostando de como a maturidade está chegando em mim, porque ela também é artística”, afirmou. "Quando ficamos mais velhos aqui, também crescemos no nosso profissional. Estou animado para esses novos tempos, e comecei com dois projetos que eu amo", complementou.

A peça teatral do artista, “Brilho Eterno”, é dirigida por Jorge Farjalla com estreia a partir do dia 25 março, no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo. Reynaldo Gianecchini irá contracenar com a atriz Tainá Muller, com quem também atuará na série “Bom Dia, Verônica”, da Netflix.

Na produção do streaming, o ator aparecerá em capítulos inéditos como vilão. Empolgado com o novo trabalho, ele afirmou: "A segunda temporada vem muito forte, eu gostei muito do roteiro".

Sobre os novos episódios, Tainá Muller falou: "Ela (segunda temporada) vem muito na pegada de ser um soco no estômago, no sentido de ser uma denúncia, em ser um alerta contra os abusos. É uma série que expõe e diz: não dá para ter abuso."

Foto destaque: Reynaldo Gianecchini. Reprodução/Instagram.

Mais Lidas