Cinema/TV

Robin Williams foi impedido de interpretar Remo Lupin na saga Harry Potter por ser americano

16 Out 2021 - 18h37 | Atulizado em 16 Out 2021 - 18h37
Robin Williams foi impedido de interpretar Remo Lupin na saga Harry Potter por ser americano

O ator Robin Williams (1951-2014) tinha interesse em atuar como Remo Lupin em “Harry Potter: O Prisioneiro de Azkaban” (2004), terceiro filme da saga Harry Potter, mas foi impedido por ser norte-americano. A informação foi revelada pelo diretor dos dois primeiros filmes da saga inspirada nos livros da escritora J. K. Rowling, "Harry Potter: A Pedra Filosofal" (2001) e "A Câmara Secreta" (2002), Chris Columbus.

 

Segundo o diretor, a franquia tinha uma regra para manter a autenticidade e que só poderia ter atores britânicos. “Esse era o objetivo. Nenhum ator americano neste filme”, declarou Columbus, que é norte-americano. “Foi muito difícil, para mim, ter que dizer a ele: ‘São todos britânicos. Não há nada que eu possa fazer’”, disse o diretor em entrevista ao site Total Film.

https://inmagazine.com.br/post/Samuel-L-Jackson-confirma-o-inicio-das-gravacoes-de-Invasao-Secreta

https://inmagazine.com.br/post/Eternos-Produtor-comenta-se-havera-participacao-de-outros-personagens-do-MCU

 

https://inmagazine.com.br/post/Joe-Russo-diretor-de-dois-filmes-da-serie-Vingadores-comenta-o-processo-ja-finalizado-entre-Scarlett-Johansson-e-Disney

 

O papel de Remo Lupin ficou a cargo do ator inglês David Thewlis, que esteve presente em cinco dos oitos filmes da saga. Ele foi inserido na trama como novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas. O filme arrecadou mais de US$ 796 milhões ao redor do mundo e faz parte das 100 maiores bilheterias do cinema.


Trailer de "Harry Potter: O Prisioneiro de Azkaban" (2004) (Reprodução/Youtube)


 

Robin Williams faleceu aos 63 anos no dia 11 de agosto de 2014. Em sua luta antes de falecer, chegou a ser diagnosticado erroneamente com mal de Parkinson. Entretanto, mais tarde, foi descoberto que o ator sofria com uma doença cerebral degenerativa, a demência por corpos de Lewy (LDB, na sigla em inglês).


Robin Williams e Matt Damon em "Gênio Indomável" (1997) (Foto: Reprodução/Miramax Films)

 


Em sua carreira, o ator norte-americano levou o Oscar de melhor ator coadjuvante em 1998 por “Gênio Indomável” (1997) e recebeu indicação ao Oscar de melhor ator pelo filme “Bom dia, Vietnã” (1987). Além disso, foi indicado pelos longas “Sociedade dos Poetas Mortos” (1989) e “O Pescador de Ilusões” (1991). O papel mais recente do artista foi no filme “Absolutamente Impossível”, de 2015.

Foto destaque: Robin Williams em "Sociedade dos Poetas Mortos" (1989). Divulgação/Walt Disney Studios

Mais Lidas