#Vi no Insta

Robôs estão se tornando melhores com os avanços da inteligência artificial

23 Jun 2022 - 19h13 | Atulizado em 23 Jun 2022 - 19h13
Robôs estão se tornando melhores com os avanços da inteligência artificial

O assunto sobre a relação entre máquinas e humanos ganhou destaque mais uma vez no evento de tecnologia e inovação, o Collision, que ocorre em Toronto, no Canadá, por Robert Playter, diretor da Boston Dynamic, desenvolvedora e fabricante do robô Spot, que nós últimos anos vem melhorando.

Segundo Playter, é normal que o tema ainda gere um nervosismo nas pessoas, porém, para ele, é crucial que os robôs parem de ser vistos como ferramentas para substituir os humanos e tomem papéis complementares na sociedade. "Nosso papel é desenvolver robôs que possam desempenhar funções complementares junto com as pessoas nos locais de trabalho e não que os substituam", comentou.

Ainda segundo Playter, os testes realizados pelo Spot no últimos anos indicam a importância de ter robôs em locais perigosos, como armazéns, petrolíferas e zonas químicas. "Além disso, tem uma questão ergonômica e de resguardo transferido aos robôs aquilo que prejudica a saúde humana. Muitas indústrias já o fazem e reduzem tempo de afastamento ou problemas de saúde de seus colaboradores."


Robô com inteligência artificial Tinbot (Reprodução/Blog da EVEO Cloud)


O executivo continuou discursando e destacando quem um dos focos da empresa é tornar o mundo natural, com o inspiração para o desenvolvimento de máquinas. Segundo ele, é necessário que exista um equilíbrio na coexistência de humanos e robôs.

A inteligência artificial vem tomando cada vez mais espaço. Conforme o tempo passa, ela evolui de maneira sigilosa, mas normalmente com benefícios que facilitam cada vez mais o dia-a-dia, como por exemplo as inteligências artificiais dos celulares, computadores e demais dispositivos, que foram feitas para atender comandos e entregarem uma resposta adequada ao seu alcance para o usuário. Um outro ramo da inteligência artificial que vem crescendo bastante é a realidade virtual, que permite aos usuários uma interação com um espaço totalmente online.

 

Foto em destaque: cão-robô Spot (Reprodução/CNN Brasil)