Saúde e Bem Estar

Saiba os sintomas da herpes genital e como aparecem

27 Mai 2022 - 15h15 | Atulizado em 27 Mai 2022 - 15h15
Saiba os sintomas da herpes genital e como aparecem

A herpes é uma infecção causada pelo vírus Herpes Simplex, também conhecido por HSV. Essa infecção que é recorrente começa geralmente nos lábios na forma de um formigamento e logo passa a ser uma coceira. Depois de tanto incomodar, nascem as bolhas, que podem estourar e virar feridas. Por ser altamente contagiosa, existe uma variação do vírus, que é a Herpes Simplex 2, ou a chamada “herpes genital”. Esta é considerada uma infecção sexualmente transmissível (IST).

Esse vírus modificado, se caracteriza pelo aparecimento de lesões, que podem se tornar pequenas úlceras na pele na região da vulva, pênis, ânus, nádegas, virilha tanto de mulheres quanto de homens. A transmissão desse vírus é mais comum durante a prática sexual sem algum tipo de proteção. O que ambos vírus têm em comum é que quando eles infectam um organismo, nunca mais sairão do corpo.

Os sintomas são:

Coceira, queimação ou formigamento nos órgãos genitais, dores na região dos quadris, nádegas ou pernas, mal-estar e lesões de fato. Outros sintomas não muito comuns são: dor e ardor na hora de urinar, febre e dor de cabeça intensa. Nas mulheres, a herpes costuma se manifestar na vulva, clitóris, períneo e colo do útero. Nos homens, ela pode surgir na glande, prepúcio e até cabeça do pênis. Fora essas regiões específicas, também podem surgir no ânus, reto, nas coxas e nas nádegas.

Desde o formigamento até de fato o aparecimento das bolhas, toda a infecção dura de 7 até 10 dias para passar e geralmente a primeira vez que o infectado apresenta os sintomas, eles são mais dolorosos e podem incomodar por mais tempo. Esse aumento no incômodo se dá porque o organismo demora para entender e criar um sistema que possa combater o vírus.


Foto: Representação de herpes genital em mulheres/Reprodução: DRAUZIO VARELLA


Algumas situações do cotidiano podem desencadear crises de herpes como: muito estresse, esforço físico, trauma na região, prática sexual sem proteção, queda na imunidade ou imunossupressão e período menstrual. O tratamento normalmente é feito com remédios antivirais, já que eles diminuem as lesões e os sintomas.

Contágio e tratamento da herpes genital

Na maioria das vezes, a transmissão se dá durante qualquer prática sexual sem o uso dos preservativos, ou também, quando há o contato de uma pele saudável com alguma secreção de uma ferida, já contagiada pelo vírus. Quando as lesões aparecem e o infectado procura o médico, o diagnóstico pode vir após um exame molecular ou sorológico ou até amostra de sangue do paciente.

O tratamento orientado pelo médico se baseia em a ingestão de comprimidos antivirais ou pomadas que devem ser aplicadas diretamente na região afetada, para assim haver o combate ao vírus.

 

Foto Destaque: Vírus da herpes dentro doorganismo humano/Reprodução: LIPUTAN 6

Mais Lidas