Saúde e Bem Estar

São Paulo: Internações por COVID-19 tem queda de 90%

17 Out 2021 - 11h11 | Atulizado em 17 Out 2021 - 11h11
São Paulo: Internações por COVID-19 tem queda de 90%

De acordo com a SMS (Secretaria Municipal de Saúde), 51 novos pacientes foram registrados por dia entre 8 e 28 de setembro. Esses dados mostram uma queda de 90% na média de internações causadas pelo novo coronavírus na cidade de São Paulo desde o auge da pandemia.


(Foto:Reprodução/ Михаил Докукин/ Pixabay)


No mês de abril deste ano, a cidade marcava todo dia cerca de 500 novas internações na pior fase da segunda onda da COVID-19. Diante disso, as internações em setembro foi mais baixo em 90%. Edson Aparecido, secretário municipal da Saúde, fala que o avanço da imunização contra o coronavírus na cidade foi o que causou melhores resultados nos indicadores.

Na última sexta-feira (15), a capital paulista passou do registro de 19 milhões de vacinas dadas e dessa maneira os cidadãos adultos com a vacinação completa, com as duas doses ou a dose única são de 87%.

Os quadros graves de COVID-19 também tiveram números baixos. A Secretaria Municipal da Saúde fez uma análise durante 3 semanas e registraram cerca de 1.187 pacientes precisando de internação, mas só 434 foram direcionados para Unidade de Terapia Intensiva. Ainda conforme a SMS, entre as pessoas que foram para UTI, foram registrados poucos casos de pacientes que precisaram ser intubados.

https://inmagazine.com.br/post/COVID-19-Casos-graves-e-obitos-diminuem-com-coquetel-afirma-Astrazeneca

https://inmagazine.com.br/post/Combate-a-pandemia-Fiocruz-faz-apoio-a-mascara-e-passaporte-de-vacinacao

https://inmagazine.com.br/post/Astrazeneca-Ministerio-da-Saude-diminui-o-intervalo-entre-a-primeira-e-segunda-dose

Marilande Marcolin, é secretária-executiva de atenção hospitalar, para a ela, se a vacinação contra a COVID-19 não estivesse acontecendo, os registros de óbitos e quadros graves pela doença seriam mais altos.

A pessoas que possuem mais de 40 anos são as que tem maior número de internações, principalmente os que tem mais de 60. O secretário-adjunto da Secretaria Municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco, alerta sobre a aplicação de reforço que já está sendo dada na cidade e o quanto ela é importante nesse momento.

(Foto destaque: Reprodução/Visuals3Dde/Pixabay)