Saúde e Bem Estar

Segundo endocrinologista, para ganhar massa muscular é importante cuidar da alimentação

08 Jul 2022 - 14h21 | Atulizado em 08 Jul 2022 - 14h21
Segundo endocrinologista, para ganhar massa muscular é importante cuidar da alimentação

Para que uma pessoa consiga ganhar massa muscular, não basta apenas ela frequentar a academia, ela precisa também com um médico endocrinologista, pois ele sabe cuidar detalhadamente de todos os processos do metabolismo e da parte hormonal do paciente. Esses dois itens são essenciais na composição do corpo, portanto quanto mais cuidado com eles, mais facilmente a pessoa poderá ganhar massa muscular.

Segundo a endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Gabriela Iervolino, a massa muscular não serve apenas para a estética, mas também para trazer o equilíbrio entre corpo, proteção dos ossos e até no emagrecimento. Portanto, se na pessoa falta massa muscular, a parte do metabolismo e dos hormônios pode ser prejudicada.

Para Gabriela, o fundamental é cuidar da alimentação. “Para começar, tenho que calcular o peso da pessoa com o mínimo de proteína, que o paciente deve ingerir diariamente. Só que é muito difícil, consumir a quantidade ideal de proteína na alimentação, então muitas vezes é recomendado a ingestão de suplementos proteicos”, conta a médica.


Foto: Representação de um prato saudável/ Reprodução: CATRACA LIVRE


Ela ainda enfatiza que se uma quantidade razoável de proteína não é consumida diariamente, é mais difícil ganhar e manter uma massa muscular. “Assim, eu calculo detalhadamente a quantidade correta de proteína e também mostro quais alimentos têm mais proteína e dessa forma, o paciente sabe o quanto deve consumir no cotidiano”, complementa a endocrinologista.

A médica diz que caso o paciente precise, ele pode usar também suplementos como Whey Protein para ajudar no balanceamento correto das refeições. Se o paciente for vegetariano, também há saídas, só que usando outras fontes proteicas. Para ganhar massa, a nutricionista, Isabela Zago, diz que para aumentar os músculos, o paciente não deve fazer dietas restritivas e cortar bruscamente os carboidratos e sim, consumir as proteínas, alimentos antioxidantes e ingerir muita água.

Mesmo que o mais comum seja o uso de suplementos, a nutricionista não considera prontamente esse consumo, já que o caso deve ser analisado para cada paciente e que o mais importante é a correta alimentação ao longo do dia, pois ela trará a energia necessária, além da massa muscular desejada.

 

Foto de Destaque: Grupo de pessoas fazendo exercício ao ar livre/ Reprodução: Clínica & Spa Vida Natural