Saúde e Bem Estar

Segundo fabricante, vacina da Pfizer é segura para crianças de 5 a 11 anos

21 Set 2021 - 11h11 | Atulizado em 21 Set 2021 - 11h11
Segundo fabricante, vacina da Pfizer é segura para crianças de 5 a 11 anos

Nesta segunda-feira (20) a Pfizer e a BioNtech, confirmaram que a vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria, gera uma resposta de imunização para as crianças de 5 a 11 anos. As empresas têm em vista solicitar uma autorização para que a vacinação seja aplicada para este público às autoridades da Europa, Estados Unidos e de outros locais o mais rápido possível.

A Pfizer e a BioNtech declaram que o imunizante propiciou em seu ensaio clínico de fases 2 e 3, uma resposta eficaz para as crianças de 5 a 11 anos e esses resultados se compara aos mesmos observados no público de 16 a 25 anos. As empresas afirmaram também que a segurança foi, no entanto, equivalente aos da faixa etária mais alta.


(Foto:Vacina Pfizer /Reprodução:  x3 por Pixabay)


https://inmagazine.com.br/post/Beneficios-da-atividade-fisica-durante-a-pandemia

https://inmagazine.com.br/post/Pfizer-concede-22-milhoes-de-imunizantes-ao-Brasil-e-arremata-84-milhoes-de-doses-em-5-dias

https://inmagazine.com.br/post/Desgaste-mental-e-trabalho-De-que-modo-conciliar-a-saude-mental-e-o-exito-profissional


Albert Bourla, presidente-executivo da Pfizer, afirou em comunicado à imprensa que: “Desde julho, casos pediátricos de covid-19 aumentaram em cerca de 240% nos Estados Unidos, enfatizando a necessidade de saúde pública de vacinação.” Também foi dito que: "Os resultados desses testes fornecem uma base sólida para buscar autorização de nossa vacina para crianças entre 5 a 11 anos. Planejamos entregar o pedido à FDA [agência reguladora dos EUA] e outros reguladores com urgência."

Nos Estados Unidos, as mortes e internações pelo coronavírus avançaram nos últimos meses em decorrência da variante Delta, que possui um nível de contágio altíssimo. Está em alta também, os casos pediátricos de Covid, já que as crianças com idade abaixo de 12 anos não estão sendo imunizadas, porém, não há indicações que além de mais transmissível, a variante seja mais perigosa nessa faixa etária.

O imunizante da Pfizer/BioNtech já tem autorização para ser aplicada em crianças com idade a partir dos 12, em vários países, inclusive nos Estados Unidos. As crianças entre 5 e 11 anos receberam uma dose de 10 microgramas, no ensaio clínico, o que equivale a um terço da dose dada ao público com mais de 12 anos. Até o quarto trimestre deste ano, a Pfizer e a BionTech disseram que vão esperar os dados sobre a atuação na vacina em crianças de 2 a 5 anos e em bebês de 6 meses a 2 anos.

(Foto Destaque: Repodução/Pixabay) 

Mais Lidas