Esportes

Simone Biles fala sobre saúde mental após Olimpíadas: 'Continuo com medo'

21 Out 2021 - 21h49 | Atulizado em 21 Out 2021 - 21h49
Simone Biles fala sobre saúde mental após Olimpíadas: 'Continuo com medo'

Simone Biles ainda não se sente segura para voltar a praticar a ginástica artística. A ginasta confessou, em um programa de TV Today Show dos Estados Unidos, que ainda não conseguiu se recuperar da crise psicológica que teve nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Biles se emocionou durante a entrevista e deixou claro que ainda não se sente segura praticando o esporte.

 

Simone também falou sobre 'twisties', uma condição de desorientamento que pode atingir atletas e fazer com que percam a consciência em movimentos no ar, o que pode causar ferimentos na aterrissagem. Ela falou sobre o sentimento de que "seu corpo e sua mente não estavam em sincronia", como declarou na época em que abriu mão de competir em quatro dentre cinco finais da categoria nas Olimpíadas de Tóquio para focar na sua saúde mental.


 

Simone Biles durante finais da ginástica.( Foto: REUTERS/Mike Blake )


"Eu não sinto mais isso [twisties]. Faço os movimentos que são minha marca registrada, mas isso nunca me afetou. Todo o resto parece tão pesado, e eu vejo as garotas fazerem e apenas não é a mesma coisa", disse. Ela continuou a conversa desabafando sobre a frustração de não conseguir fazer movimentos que outras ginastas conseguem.

https://inmagazine.com.br/post/Surpresa-Olivia-Rodrigo-lanca-o-clipe-de-Traitor

https://inmagazine.com.br/post/Chiellini-diz-que-Cristiano-Ronaldo-deveria-ter-saido-mais-cedo-da-Juventus

https://inmagazine.com.br/post/Vanderlei-Luxemburgo-fala-sobre-greve-dos-jogadores-do-Cruzeiro

 

O fenômeno é mais comum do que parece no mundo da ginástica artística. Nele o ginasta perde a noção de seus movimentos quando está no ar e fica completamente desorientado. A condição gera riscos para os atletas, que não sabem onde e como vão pousar.

 

Biles é uma das atletas que depuseram contra Larry Nassar, médico esportista dos EUA que abusou e assediou sexualmente diversas atletas com as quais trabalhava, incluindo Simone. Atualmente, o médico presta o equivalente à pena perpétua em uma prisão federal.As atletas, junto com Simone, alegam que Nasser cometia abustos físicos, sexuais e morais ao longo dos anos. Ao todo, mais de 250 mulheres e meninas já acusaram o ex-médico pelas mesmas questões

 

Foto destaque: Simone Biles durante competição. Reprodução/ AFP