Notícias

Sistemas do Ministério da Saúde ficam fora do ar após suspeita de ataque hacker

17 Mai 2022 - 23h00 | Atulizado em 17 Mai 2022 - 23h00
Sistemas do Ministério da Saúde ficam fora do ar após suspeita de ataque hacker

Sistemas do Ministério da Saúde estão fora do ar desde a madrugada desta terça-feira (17). Segundo um comunicado do órgão, as plataformas Conecte SUS, e-SUS Notifica e SI-PNI saíram do ar após um tentativa de acesso indevido.

A invasão foi identificada pelo Departamento de Informática do SUS (Datasus) na tarde de ontem (16). Após a identificação do problema, o sistema está passando por uma "manutenção corretiva" e deve voltar às 16h. O ministério afirma que todos os acessos foram suspensos para evitar que informações do sistema fossem comprometidas, além de assegurar que a manutenção não causou impacto nos dados.

"O Ministério da Saúde Informa que o Programa Conecte SUS, e-SUS Notifica e SI-PNI se encontram em manutenção corretiva, com previsão de retorno para as 16h. O Departamento de Informática do SUS (Datasus) identificou nessa segunda-feira (16) uma tentativa de acesso indevido e, para resguardar as informações, os acessos foram suspensos até que toda análise seja realizada. Vale ressaltar que a manutenção não causou impacto nos dados das plataformas", diz a nota da pasta enviada à imprensa.


Conecte SUS é um dos sistemas que está fora do ar em função da manutenção (Foto: Tony Winston/Ministério das Saúde)


Ao abrir o aplicativo do ConecteSUS, o usuário encontra uma mensagem de serviço indisponível. "Nosso sistema está passando por uma indisponibilidade temporária. Nossa área tecnológica já está atuando para normalizar a situação de acesso. Pedimos, por favor, que aguarde ou tente novamente mais tarde."

De acordo com a pasta, a expectativa é que os sistemas sejam restabelecidos ainda na tarde desta terça. O governo não disse se a Polícia Federal foi acionada para investigar a tentativa de acesso. Essa é a segunda vez em seis meses que os sistemas do Ministério da Saúde ficam fora do ar.

Em dezembro do ano passado, um ataque hacker também derrubou o ConecteSUS, o e-SUS Notifica e o SI-PNI. Na época, a PF e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) foram acionados. Os registros de vacinação da Covid-19 só foram recuperados e o ConeteSUS voltou a funcionar com instabilidade 13 dias depois.

Conecte SUS Cidadão e-SUS

É uma ferramenta que disponibiliza o conjunto integrado de informações em saúde do país. Por meio de um dispositivo móvel ou acesso web, é possível visualizar histórico clínico dos cidadãos, o que pode abranger desde o Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 até a Carteira Nacional de Vacinação Digital, passando por resultados de exames, medicamentos dispensados e outros serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde.

O e-SUS Notifica é uma ferramenta online de registro de notificação de casos de síndrome gripal leve suspeitos e confirmados de Covid-19.

Já o Sistema de Informações do PNI permite que gestores envolvidos no programa avaliem riscos relativos à ocorrência de surtos ou epidemias, a partir do registro dos imunos aplicados e do quantitativo populacional vacinado. Possibilita também o controle do estoque de imunos necessários aos administradores que têm a incumbência de programar sua aquisição e distribuição.

 

Foto Destaque: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Reprodução