Esportes

Sunisa Lee ginasta campeã olímpica é atacada com spray de pimenta por grupo antiasiático

13 Nov 2021 - 15h20 | Atulizado em 13 Nov 2021 - 15h20
Sunisa Lee ginasta campeã olímpica é atacada com spray de pimenta por grupo antiasiático

A atleta Sunisa Lee, medalhista de ouro no individual geral da ginástica artística nas Olimpíadas de Tóquio, que ocorreu neste ano, contou ao site ‘pop sugar' sobre um ataque que sofreu na última quinta-feira(11).

 

A ginasta revelou que estava na calçada junto aos seus amigos, que  também são descendentes de asiáticos, aguardando um carro pelo aplicativo, quando um grupo de dentro de um carro parou próximo a eles e gritou insultos a Lee e seus amigos como ordens para voltar para seus países e arremessando spray de pimenta, logo depois, aceleraram o carro e fugiram.

LEIA MAIS


 

Sunisa Lee beijando a medalha de ouro que conquistou nas indivduais gerais nas Olimpiadas de Tóquio(Foto:Reprodução/Griffith/Getty Images)


A atleta temeu fazer algo e entrar em apuros: "Eu estava tão brava, mas não havia nada que eu pudesse fazer ou controlar porque eles fugiram. É muito difícil porque eu não queria fazer nada que pudesse me colocar em apuros, eu só deixei acontecer

 

Sunisa Lee nasceu nos Estados Unidos, mas é filha de imigrantes, sua mãe chegou aos EUA ainda  criança, vinda de Laos, na Ásia, e foi mãe ainda antes de conhecer John Lee, que ajudou a criar a atleta desde os dois anos. Se tornando assim a primeira atleta de etnia hmong a conquistar uma medalha olímpica. Lee se tornou símbolo da luta contra xenofobia no esporte.  

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Eduardo-Paes-flexibiliza-regras-contra-o-Covid-mas-mantem-obrigatoriedade-em-locais-fechados

https://inmagazine.ig.com.br/post/Covid-19-75-dos-brasileiros-sentem-seguranca-com-o-avanco-da-vacinacao-diz-estudo

https://inmagazine.ig.com.br/post/Covid-19-farmaceutica-Pfizer-entra-com-solicitacao-na-Anvisa-para-imunizar-criancas-contra-a-doenca

 

Esse tipo de crime está aumentando cada vez mais nos Estados Unidos nos últimos anos. Em abril deste mesmo ano a carateca estadunidense Sakura Kokumai de origem japonesa foi abordada por um homem que fez ameaças racistas contra a atleta . Nesse caso o criminoso já tinha passagem por atacar um casal de idosos também de origem asiática e acabou sendo preso.

 

Foto Destaque: Sunisa Lee durante o exercicio na trave. Reprodução/how hwee young/EPA