Esportes

Tatiana Weston-Webb vence em J-Bay e assume o 3º na WSL

15 Jul 2022 - 20h47 | Atulizado em 15 Jul 2022 - 20h47
Tatiana Weston-Webb vence em J-Bay e assume o 3º na WSL

Nesta sexta-feira (15), a brasileira Tatiana Weston-Webb venceu a penúltima etapa da Liga Mundial de Surfe, a WSL (World Surf League), disputada em Jeffreys Bay (J-Bay), na África do Sul.

Tati, como é também conhecida, encarou a australiana Tyler Wright na final e garantiu o título ao somar 17.50 contra 15.67 da rival. Com a vitória, ela também assumiu o 3º lugar do ranking mundial, conseguindo assim se estabelecer entre as cinco primeiras que vão para as finais da WSL (WSL Finals) em setembro, que será realizada em Trestles, na Califórnia (EUA). A gaúcha não escondeu a felicidade quando soube de sua nova colocação no campeonato: “Uau, é sério? Terceiro lugar é um grande feito. Eu estou muito feliz e muito feliz de poder ser uma surfista profissional”.

Com a vitória em J-Bay, ela se torna a única mulher a vencer duas etapas nesta atual temporada e conseguiu tal feito pela primeira vez na sua carreira. A brasileira também venceu a etapa de Peniche, em Portugal. Outro feito histórico foi que Tati teve ainda duas notas acima do critério “excelente” no Mundial de Surfe. Ela somou um 8.5 e um 9.0 – a maior nota feminina na competição.  

Na final, Tatiana soube bem administrar a vantagem que conseguiu logo no início da bateria. Já sua adversária, Tyler Wright, teve duas grandes ondas de 8.17 e 7.50, mas não conseguiu virar e superar a brasileira. “Levei muita onda na cabeça, mas valeu a pena. Eu queria agradecer o apoio de todo mundo. Eu estou muito feliz!” – declarou após sair do mar.


Os campeões, Ethan Ewing e Tatiana Weston-Webb, com seus respectivos troféus. (Foto: Reprodução/GE) 


No masculino, a vitória ficou com o australiano Ethan Ewing que venceu o compatriota, Jack Robinson – 16.80 contra 16.30. Esta foi sua primeira vitória na temporada e, com o resultado, ele ultrapassou o campeão olímpico, Ítalo Ferreira, no ranking mundial. Entre os brasileiros o mais bem colocado foi Yago Dora, que caiu para o campeão da etapa. Já o potiguar perdeu de virada para o japonês, Kanoa Igarashi, nas quartas de final. Ítalo sentiu fortes dores na lombar e saiu carregado da praia para o posto médico assim que terminou a bateria; foi derrotado por apenas 0.43. Samuel Pupo também caiu nas quartas de final para o outro finalista da etapa, Jack Robinson.

 

Foto Destaque: Tatiana Weston-Webb comemora resultado na etapa de J-Bay (África do Sul). (Foto: Reprodução/GE)