Notícias

Tentativa de assalto deixa 2 policiais feridos em Guarapuava

18 Abr 2022 - 12h27 | Atulizado em 18 Abr 2022 - 12h27
Tentativa de assalto deixa 2 policiais feridos em Guarapuava

Noite de terror no Paraná, uma tentativa de assalto envolvendo mais de 30 criminosos fortemente armados a uma empresa de transportes de valores, localizada em Guarapuava, região central do Paraná, terminou com 2 policiais e um morador feridos, de acordo com a Polícia Militar. O caso aconteceu na noite de domingo, dia 17, para a madrugada da segunda-feira, dia 18.

De acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública, Coronel Romulo Marinho Soares os criminosos fugiram sem conseguir levar dinheiro da empresa. Testemunhas presentes no local afirmam que os bandidos fizeram moradores de refens, e fecharam acessos da cidade. Além disso, elas também afirmam que eles colocaram fogo em dois carros, em frente ao batalhão da Polícia Militar com o objetivo de difilcultar a ação dos policiais. 


Moradores, refens do assalto, fazendo cordão humano Reprodução/G1


Enquanto ocorria a tentantiva de asssalto, houve confronto armardo e dois policiais foram baleados. Segundo a corporação, os agentes que foram atingidos no confronto foram os cabos José Douglas Bonato e Ricieri Chagas. O agente Douglas Bonato teve fratura na perna, foi operado e não corre riscos de vida, O cabo Ricieri Chagas foi internado e intubado em UTI (Unidade de terapia intessiva), ele apresenta quadro estável. O civil que também ficou ferido passa bem.

O Exército támbem foi acionado para ajudar e reforçar a segurança, foi usada uma viatura blindada. A Polícia Militar informou, as 5h45 que os criminosos fugiram para o interior do Paraná, Pouco depois, a polícia garantiu que os moradores pudessem sair de casa novamente.

A empresa Protege, que foi alvo dos ataques durante o confronto, afirmou que os assaltantes não conseguiram assessar o cofre da unidade, e também que está colaborando com as autoridades competentes. 

Após o confronto, a Polícia Militar informou que montou um certo na zora rural na tentativa de localizar os assaltantes. Aproximadamente 200 agentes de segurança participam da operação, niguém foi preso até agora.

Foto destaque estradas incendiadas durante ataque  Reprodução/G1