Celebridades

Wesley Safadão e sua esposa se envolvem em acusações de crimes durante a vacinação

05 Fev 2022 - 16h14 | Atulizado em 05 Fev 2022 - 16h14
Wesley Safadão e sua esposa se envolvem em acusações de crimes durante a vacinação

Wesley Safadão e sua esposa, Thyane Dantas, estão envolvidos com crime contra a administração pública. Os dois foram denunciados pelo Ministério Público do Ceará pelo crime de corrupção passiva privilegiada e peculato, ambos crimes diretos do código penal. Já há o envolvimento em conjunto de uma servidora pública também nas acusações.

A denúncias e prosseguimento das ações pelo ministério público estão correlacionadas com uma investigação dos fura-fila da vacina do covid-19, resultando num PIC – Procedimento Investigatório Criminal, no âmbito do Ministério Público, iniciado em julho de 2021.

A investigação veio ocorrer um dia após o casal receber as doses do imunizante fora das datas estipuladas pelo Ministério da Saúde. O caso em si ganhou repercussão nas redes sociais.

De acordo com a defesa do casal, “A denúncia por peculato e corrupção passiva privilegiada é um exagero e mais um abuso por parte do Ministério Público estadual, pois busca incriminar pessoas inocentes por fatos irrelevantes e não caracterizados como crime na legislação penal”.

De acordo com o próprio Código Penal no seu art. 312, o funcionário público que se apropria de qualquer bem ou valor público em razão do cargo ou da função, pratica esse crime, nesse caso a vacina se enquadrando como o bem público.

O casal ainda se justifica que tal dose não foi fora de época e sim fazem parte da xepa, quando há um estoque de doses que para não serem descartadas são aplicadas nas pessoas que estiverem com interesse de serem vacinadas no respectivo local que elas se encontram.

“Cada dose dá em média um número aplicações, depende de qual for, e se não forem aplicadas na hora são descartadas. Por esse motivo, os profissionais estão autorizados a aplicar em quem estiver no local, mesmo que não esteja no dia certo para vacinação, para que não haja descarte do material”.

Durante o depoimento de Thyane Dantas, esposa de Wesley, ao Ministério Público, é mostrado um vídeo do casal furando a fila da vacina.


Wesley Safadão e Thyane Dantas no video durante o depoimento da esposa. (Reprodução/Youtube)


A denúncia que foi levada a protocolo no poder judiciário nesta sexta (04), isso após o Tribunal de Justiça do Ceará permitir o prosseguimento das investigações pelo MPCE, após o trancamento das investigações devido um habeas corpus impetrado pelo cantor em novembro de 2021.

De acordo com o MP, o esquema de furar a fila vacinal foi organizado em conjunto por servidores públicos e terceirizados equiparados da Secretaria de Saúde de Fortaleza, além dos assessores e amigos do casal.

 

Foto Destaque: Reprodução/Instagram.