Tech

Western Digital pretende lançar HDs de 30 terabytes em breve

05 Dez 2021 - 19h20 | Atulizado em 05 Dez 2021 - 19h20
Western Digital pretende lançar HDs de 30 terabytes em breve

Usando uma tecnologia inovadora Heat-Assisted Magnetic Recording – HAMR, ou em tradução livre, “gravação magnética assistida por calor, a Western Digital revelou em um evento recente, que entre em seus planos para o futuro, um deles é lançar um novo tipo de HD que pode chegar em atém 30 terabytes de armazenamento.

A empresa continuará usando o sistema OptiNAND, que para aumentar a performance, adiciona um drive iNAND incorporado, também garantindo a capacidade geral e confiabilidade no dispositivo. Não foi dito pela empresa a implementação do MAMR – Microwave-Assisted Magnetic Recording, que é o sistema de gravação magnética assistida por micro-ondas, tecnologia que permite a construção de componentes em ate 40 terabytes, usada por muito tempo pela Western Digital. 

LEIA MAIS


(Estande da Western Digital em feira sobre tecnologia - Reprodução/Saostar)


Os discos rígidos construídos pela empresa recentemente, como o Ultrastar DC HC560 20TB e o Western Digital Gold 20TB usam a gravação magnética perpendiular assistida por energia e espera-se que isso se mantenha. Os componentes de 22TB serão lançados logo menos, mas a data exata para o início das vendas, a apresentação e o valor do produto não foi divulgada.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Novo-Auxilio-Brasil-deixara-milhares-de-familias-de-fora 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Flamengo-confirma-artroscopia-em-Vitinho-e-Rodrigo-Caio 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Italo-Ferreira-celebra-raizes-nordestinas-e-parabeniza-Juliette-em-encontro-no-Men-Of-The-Year-2021 

Em relação aos HDs de 30TB, não há uma data estimada a serem lançados. Em relação aos Hds de 30TB, não a previsão quando serão lançados, antes, a empresa deve aumentar a proporção de área por capacidade em cerca de 36% e a empresa quer investir nessa nova tecnologia porque a popularidade do disco rígido não irá reduzir nos próximos anos, segundo apurado pelo CanalTech.

Imagem em destaque: Reprodução/TecMundo