Tech

You: novo buscador concorrente do Google promete inovação

11 Nov 2021 - 16h25 | Atulizado em 11 Nov 2021 - 16h25
You: novo buscador concorrente do Google promete inovação

 

Lançado recentemente ainda em versão de teste, o buscador You promete inovar no ramo de pesquisas online e bater de frente com o gigante Google ao oferecer sistemas similares às da plataforma, mas com recursos inéditos.

A iniciativa é fruto da mente de ex-funcionários da Sales Force, empresa norte-americana de software on demand, e pretende oferecer uma experiência diferente daquela ofertada pelo Google, embora com atividades de funcionamento bem similares.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Startups-brasileiras-apoiadas-pelo-Google-triplicam-empregos-em-cinco-anos

https://inmagazine.ig.com.br/post/Governo-dos-Estados-Unidos-pede-ao-Google-informacoes-de-possiveis-criminosos

https://inmagazine.ig.com.br/post/Vazamentos-apontam-especificacoes-e-cores-dos-novos-Google-pixel

De início, a primeira grande novidade é sistema de busca: ainda que a barra de pesquisa tenha um design sem muitas mudanças que o distingam dos demais, os resultados exibidos são ilustrados em cartões, distribuídos de forma horizontal na página –– bem diferente do Google, que mostra algumas imagens seguidas de uma lista de links verticais.

Além disso, a empresa descarta a exibição de anúncios e promete não vender os dados dos usuários: o site codifica os dados a fim de torná-los anônimos antes da busca ser concluída, garantindo a privacidade de quem utiliza o serviço.


Print ilustra o resultado de uma busca feita no You. (Foto: Reprodução/You).


Embora os resultados das buscas permanecem limitados em se tratando de conteúdos de origem brasileira, há uma maior integração do buscador com as redes sociais: os tópicos pesquisados também mostram resultados encontrados nas mídias digitais, o que descarta a necessidade de entrar num app específico (como o TikTok) para realizar uma pesquisa. Outras redes conectadas à plataforma são o LinkedIn, Twitter, Reddit e Youtube. A versão online ainda é de testes, o que explica a lentidão do buscador quando uma pesquisa é realizada.

O usuário também pode ajudar a ferramenta a refinar os resultados exibidos: há a possibilidade de fornecer feedbacks a respeito das informações encontradas, classificando os conteúdos como “positivo” ou “negativo” referente ao acerto da plataforma em exibir informações coerentes ao assunto pesquisado.

Apesar da proposta do You, vale lembrar que o mercado de buscadores online é um dos que possui menor competição, visto o domínio que uma só empresa tem sobre ele há tantos anos: o Google detém cerca de 92,47% da quota de mercado em termos de busca na internet.

Você pode acessar o You clicando aqui.

 

Foto de destaque: Reprodução/You.

Mais Lidas