Esportes

eFootball 2022 tem grande rejeição entre jogadores em seu lançamento

30 Set 2021 - 17h56 | Atulizado em 30 Set 2021 - 17h56
eFootball 2022 tem grande rejeição entre jogadores em seu lançamento

O lançamento é o novo simulador de futebol da Konami, o sucessor da grande franquia Pro Evolution Soccer, mais conhecido como PES e anteriormente Winning Eleven. O jogo prometia inovar de vez a industria dos jogos digitais de futebol, buscando pela primeira vez a gratuidade para ser jogado, mas, a empresa japonesa gerou um grande hate entre seu público.

Em um dia de lançamento, o jogo de futebol da Konami já ostentava o pior índice de avaliação entre todos os games na Steam, com menos de 9% de aprovação do público. O novo simulador desbancou FlatOut 3, game de corrida lançado em 2011 e que tem apenas 13% de aprovação.

Bugs entre a física dos jogadores no eFootball 2022 (Foto: Reprodução / Internet)

A Konami demorou cerca de dois anos para o desenvolvimento do jogo, e comparado a todos os outros games simuladores de futebol, é um tempo a ser considerado, já que a franquia de Fifa e PES tem seus lançamentos anualmente. Esse tempo de desenvolvimento para um jogo que se propôs a renovar a franquia do Pro Evolution Soccer, fez com que os jogadores criassem expectativa para o game, e pelo visto, o jogo apenas gerou frustração para a grande maioria do público.

https://inmagazine.com.br/post/Esposa-de-Pedro-Rocha-relata-racismo-nas-redes-sociais-do-atacante

https://inmagazine.com.br/post/Vasco-vence-e-mantem-viva-a-esperanca-de-retornar-a-serie-A

https://inmagazine.com.br/post/Daniel-Alves-divulga-nas-redes-que-nao-assinara-com-nenhum-clube-ate-o-fim-da-temporada

Uma das razões para uma rejeição tão alta são os inúmeros bugs reportados pelos fãs que baixaram o game na estreia. Erros na gameplay e a modelagem mal feita dos jogadores foram as principais reclamações. Sobrou até para grandes craques, como Messi, um dos embaixadores do jogo, e Cristiano Ronaldo.







Além dos gráficos de baixa qualidade, os gamers também reclamaram de movimentos que não são naturais, como os jogadores correndo com os braços para trás e bugs até na hora do hino.



O jogo tem uma proposta de serviço abrangendo diferentes plataformas: PlayStation 4 (PS4), PlayStation 5 (PS5), Xbox One, Xbox Series X | Series X, PC e celulares com sistemas Android e iOS. H´. Mas o grande destaque do game vai para a sua gratuidade, em que você não precisa pagar absolutamente nada para jogar o eFootball, o único conteúdo pago do jogo são as microtransações e as DLCs que virão com o conteúdo offline do jogo, como a Liga Master e o Rumo ao Estrelado, modos de jogo mais conhecidos entre os jogadores.

O game foi lançado inicialmente com duas opções de jogo: uma offline, na qual o jogador pode enfrentar a inteligência artificial (máquina) ou um amigo presencialmente; e uma online, sendo um matchmaking aleatório com direito a crossplay entre plataformas da mesma marca. 

A Konami prometeu dar grande apoio ao eFootball, prometendo grandes atualizações e mudanças com aquilo que a comunidade reclamar. Para começo, está prevista uma grande atualização para novembro, a qual fará com que o jogo tenha mais de 600 clubes licenciados, o modo Creative Teams e a Creative League, que irão substituir o My Club, além de diversas outras novidades. O eFootball promete ainda durar muitos anos, virando um game com atualizações mensais, como Fortnite, League of Legends e Valorant.

Foto Destaque: Reprodução / Konami