INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Cresce busca por produtos de relaxamento em grandes centros urbanos mas a falta de certificação preocupa especialistas

Cresce busca por produtos de relaxamento em grandes centros urbanos mas a falta de certificação preocupa especialistas

À medida que a conscientização sobre a saúde mental aumenta, a busca por produtos e serviços que promovam o relaxamento e o bem-estar emocional também tem crescido.

Isso se reflete na procura por produtos relacionados, como velas aromáticas, óleos essenciais, aplicativos de meditação, roupas confortáveis para práticas de yoga e aparelhos de massagens. O interesse por produtos de relaxamento demonstra uma mudança na atitude das pessoas em relação ao autocuidado.

Um levantamento realizado pela Relaxmedic, empresa especializada em produtos de saúde e bem-estar, aponta que, nos últimos 12 meses, houve um crescimento mais de 60% nas buscas por massageadores. Renato Carvalho, CEO da Relaxmedic, diz que foi registrado ainda um aumento nas vendas de equipamentos como o eletroestimulador que tem foco em alívio da dor sem uso de medicamento. “Tivemos um crescimento de mais de 100% nas vendas do Fisio Tens no último ano. A procura é maior nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul”, afirma Carvalho.

No entanto, é importante ressaltar que a busca por produtos de relaxamento não substitui a importância de procurar ajuda profissional quando alguém enfrenta problemas relacionados à saúde mental.

O Setembro Amarelo nos lembra que o diálogo, o apoio de amigos e familiares e o acesso a profissionais de saúde mental são fundamentais para ajudar aqueles que estão lutando contra transtornos emocionais e psicológicos”, diz  ainda Guy Gilad, sócio da Relaxmedic. A combinação de conscientização pública e a busca por produtos de relaxamento pode contribuir para uma abordagem mais holística e compassiva em relação à saúde mental.

Dicas para escolher as melhores opções de produtos que auxiliam no relaxamento

A busca por produtos que auxiliam no alívio de dores musculares causadas por tensão tornou-se mais acessível com o aumento do acesso à Internet e, consequentemente, ao e-commerce. No entanto, junto com as opções legítimas, também surgem inúmeras promessas de soluções instantâneas que podem agravar problemas. Renato Carvalho detalha algumas informações essenciais para ajudar a selecionar  produtos de autocuidado que poderão promover o alívio da dor.

Dica 1: Certificação Anvisa e Immetro:  Produtos como Eletroestimuladores ou itens com infravermelho, por exemplo, precisam ter certificados da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e do Immetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). A ausência desses certificados pode ser um indício de que o produto não atende aos padrões de segurança e qualidade necessários.

Dica 2: Desconfie de Promessas Milagrosas: Lembre-se de que não existem soluções milagrosas para o alívio da dor. Se um produto promete redução de dor ou a cura de condições dolorosas de forma rápida e sem esforço, isso deve acender um alerta. Fabricantes precisam basear suas alegações em evidências científicas.

Dica 3: Busque por Testes e Comprovações: Antes de adquirir qualquer produto, pesquise se ele foi submetido a testes clínicos ou possui comprovações científicas que respaldem suas alegações. Testemunhos individuais não são suficientes. Verifique se o fabricante, na descrição do produto, cita testes clínicos e outras comprovações científicas.

Para Renato Carvalho, CEO  da Relaxmedic, verificar a certificação concedida pela Anvisa e pelo Immetro, desconfiar de soluções instantâneas e buscar produtos respaldados por comprovações científicas, além de proteger a saúde do consumidor, preservará também o bolso. “Ao ter atenção a esses pontos, o consumidor estará melhor preparado para tomar decisões informadas em sua busca por alívio da dor”, diz Carvalho.

Segurança por trás da Certificação Obrigatória

Quando abordamos o assunto da certificação obrigatória, estamos indo muito além do combate ao comércio ilegal de produtos, pois na verdade falamos sobre segurança. Atender às exigências de qualidade no Brasil pode tornar a obtenção das licenças um processo tanto difícil quanto burocrático. Entretanto, os desafios de acatar o regulamento técnico não devem servir de justificativa para que as empresas não sigam as regras estabelecidas pelos órgãos reguladores.

Os órgãos anuentes – Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o Instituto de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), entre outros – atuam expedindo pareceres técnicos para liberar ou não o registro, a certificação e a autorização dos produtos, de acordo com a legislação vigente do país. Essas normas foram criadas para garantir a segurança e a qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores.

A venda de produtos ilegais, contrabandeados ou pirateados prejudica diretamente a economia e a saúde de quem consome. De acordo com o Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), apenas em 2022, esse tipo de comércio gerou um prejuízo de R$ 410 bilhões para o país. A soma das perdas registradas por 14 setores industriais chega a R$ 280,8 bilhões. Além disso, cerca de R$ 129,2 bilhões de impostos deixaram de ser arrecadados.

O fato é que esses produtos não passaram por processos de avaliação, não são adaptados aos padrões brasileiros e não obedecem às normas de segurança e qualidade estabelecidas pelos órgãos reguladores. Por não atenderem aos requisitos técnicos, não possuem garantia, nem assistência técnica, com usabilidade comprometida e sem durabilidade validada. Além de não serem sequer testados, e por isso mesmo representam risco à saúde do consumidor.

Muitas destas mercadorias podem ser encontradas à venda pelos marketplaces estrangeiros. Evitando a tributação e muitas vezes escapando das normas brasileiras de qualidade, esses produtos são comercializados de maneira irregular, pois não possuem os certificados que garantem a segurança do consumidor.

A obtenção dessas licenças pode ser vista como uma oportunidade para as empresas aumentarem a qualidade dos produtos oferecidos, bem como investirem na sua capacidade profissional de inovar para atender a demanda, uma vez que precisam seguir processos rigorosos para atender aos requisitos estabelecidos pelos órgãos.

Nesse cenário, dentro do contexto dos produtos de saúde e bem-estar, seguir as normas e obter as licenças necessárias é um requisito mínimo. A segurança e a qualidade dos produtos certificados podem garantir a confiança dos consumidores, oferecendo às empresas o selo de confiabilidade com o aval do cliente, além de contribuir para o desenvolvimento sustentável do mercado brasileiro.

Seguir as normas e as licenças necessárias para operar confere credibilidade e confiança aos consumidores, bem como valoriza as empresas que seguem os requisitos necessários para operar dentro do mercado brasileiro, fortalecendo o desenvolvimento e a competitividade saudável entre as empresas.

A exigência de certificações e a fiscalização do comércio ilegal de produtos desempenham um papel crucial no fortalecimento da economia brasileira. Ao operarem dentro da legalidade, as empresas certificadas pagam impostos e contribuem para a geração de empregos, impulsionando o desenvolvimento do país. Além disso, essas medidas são essenciais para garantir a segurança dos consumidores e promover um mercado sustentável.

Foto destaque: relaxamento. Foto/Reprodução

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...