INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Saúde e Bem Estar

Entenda por que linhas de expressão e rugas não são a mesma coisa

As rugas são as grandes delatoras do processo de envelhecimento da pele, e o seu surgimento tende a causar grande desconforto estético.

É muito comum que termos como “rugas” e “linhas de expressão” sejam usados como sinônimos, no entanto cada um desses vincos na pele tem características e, logo, tratamentos específicos.

Diferença

“Nossa pele está posicionada sobre os músculos de forma que o tecido acompanha a musculatura toda vez que realizamos uma expressão facial, formando curvas, vincos e dobras, o que chamamos de linhas de expressão ou rugas dinâmicas”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance.

“Conforme envelhecemos, no entanto, a pele sofre algumas alterações em suas propriedades físicas, com afinamento das camadas do tecido cutâneo e diminuição da qualidade e a quantidade das fibras de colágeno e elastina. Dessa forma, a pele perde sua capacidade de retornar ao seu estado original após a movimentação da musculatura. Com isso, as dobras na pele passam a ser visíveis mesmo sem a contração muscular, o que dá origem às famosas rugas estáticas”, diz a médica.

Como tratar cada uma

Com relação ao tratamento, a toxina botulínica é a melhor opção para diminuição das linhas de expressão.

“A toxina botulínica, ao ser injetada na pele, age paralisando a movimentação da musculatura responsável pela formação das linhas de expressão, assim amenizando a aparência dessas alterações e auxiliando na prevenção das rugas estáticas”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff.

Já o tratamento das rugas estáticas pode variar de acordo com sua profundidade. Rugas finas e superficiais, por exemplo, podem ser tratadas através da aplicação de um blend com skinbooster e bioestimulador de colágeno.

“Já rugas mais profundas e acentuadas respondem bem ao tratamento com procedimentos como peelings, que aceleram a renovação celular, laser de CO2, que promove poderosa reestruturação da pele, e preenchedores com ácido hialurônico, que, ao contrário do skinbooster, conferem volume e preenchem os vincos, além de também atraírem água para o tecido, conferindo hidratação. Dependendo da gravidade, a cirurgia plástica também pode ser indicada”, completa a Dra. Beatriz Lassance.

Mas é claro que, independentemente do tipo de ruga, o melhor tratamento é a prevenção. Nesse sentido, o protetor solar é, sem dúvidas, o melhor creme antirrugas que existe. 

*Dra. Beatriz Lassance: Cirurgiã Plástica formada na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e residência em cirurgia plástica na Faculdade de Medicina do ABC.

*Dra. Paola Pomerantzeff: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica.

Foto destaque: linhas x rugas. Foto/Reprodução

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...